Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 19 de Agosto de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quarta-Feira, 09 de Dezembro de 2015, 08h:17
Tamanho do texto A - A+

Chuvas atrapalham safra de cana-de-açúcar em novembro

Produção caiu cerca de 30% nos últimos quinze dias do mês

Rogério Vidmantas
Capital News

Divulgação/BioSul

Chuvas atrapalham safra de cana-de-açúcar em novembro

Chuvas em todo o Estado ficaram acima da média histórica e atrapalhou a produção

As fortes chuvas que caíram no Mato Grosso do Sul durante todo o mês de novembro foram prejudiciais à safra de cana-de-açucar no Estado. Em média, o volume processado foi cerca de 7% menor do que o mesmo período do ano passado, segundo dados distribuídos pela Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (BioSul) nesta terça-feira (8). 

Os números da safra no Estado são monitorados quinzenalmente e na primeira parte do mês a produção conseguiu bater os bons números de 2014 e ser pouco mais que 11% maior. A partir do dia 16, porém, as chuvas frequentes em todas as regiões do MS fizeram a produção despencar e cair quase 30%, ficando bem longe dos 1,86 milhões de toneladas alcançados no período no ano passado.

Esses números, porém, não devem atrapalhar a produção prevista ao final da safra segundo o presidente da Biosul Roberto Hollanda. “A chuva atrapalhou muito a safra em novembro, choveu mais que o dobro da média histórica e isso fez com que as usinas do Estado ficassem paradas muitos dias, porém já prevíamos uma prorrogação da safra, que vai até janeiro ou fevereiro de 2016, assim acreditamos que podemos alcançar o crescimento de 15% conforme a expectativa divulgada no início da safra”, explicou.

A afirmação de Hollanda se confirma pelos números acumulados até agora. Apesar desta queda momentânea, a produção durante a safra 2015/16, que começou em abril e segue até o próximo mês de janeiro, é 7% maior do que o período anterior. No total, já foram processados cerca de 41,5 milhões de toneladas de cana-de-açucar.

Até a segunda quinzena de novembro foram produzidas 1,19 milhão toneladas de açúcar, volume 4% menor que a produção registrada anteriormente, que foi de 1,24 milhão de toneladas. Dados referentes à produção de etanol registram que o acumulado até 30 de novembro foram produzidos 594,2 milhões de litros de etanol anidro e 1,86 bilhão de litros de etanol hidratado, resultando 2,45 bilhões de litros de biocombustível produzido, volume 11,31% maior que na safra 2014/2015.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix