Campo Grande Quinta-feira, 23 de Maio de 2024


Rural Terça-feira, 11 de Novembro de 2008, 09:27 - A | A

Terça-feira, 11 de Novembro de 2008, 09h:27 - A | A

Baixo custo na produção de boi orgânico traz benefícios para o mercado da carne

Jefferson Gonçalves e Lucia Morel - Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

Está sendo realizado nesta manhã,no Sebrae/MS, em Campo Grande, o lançamento do projeto "Apoio à Certificação da Pecuária Orgânica no Pantanal". O projeto visa capacitar a adequação para a produção de gado em pasto sem agrotóxico e sem adubação química. Este método possibilita a produção de uma carne com baixo custo, mais sáudável e livre de produtos químicos em sua produção. Para que este tipo de carne entre no mercado é necessário que ela atenda todas as normas e exigências dos órgãos certificadores.

De acordo com o Gestor de Projeto de Boi Orgânico do Sebrae, Marcos Rodrigues de Faria, Mato Grosso do Sul já possui 16 ´propriedades rurais produzindo o boi orgânico. "É necessário certificar estas 16 propriedades para a produção de carne. Isso vai facilitar a vida do produtor, principalmente quanto ao custo de produção e qualidade da carne, já que a alimentação do bovino será através do pasto natural, sem química." afirma o gestor. No Estado, a região mais favorável é o pantanal, já que ele possui um bioma favorável para a produção e preservação da pastagem natural. Atualmente, um dos grandes problemas da pecuária tradicional é a degradação de pastagens.

Para Orlando Baez, Superintendente Federal da Agricultura, a produção do boi orgânico obedece a todos os padrões de produção da pecuária tradicional, como vacinação contra doenças, incluindo a febre aftosa, com o diferencial na pastagem, que é totalmente natural, sem manejo de agrotóxico, dando assim qualidade e segurança para a produção da carne.Em relação ao mercado consumidor, Baez informou que, não há obstáculos significativos, já que atualmente, há mercado tanto para dentro com para fora do país.

Para o presidente da Associação Brasileira de Pecuária Orgânica, Leonardo Leite de Barros, a parceria das 16 propriedades produtoras de boi orgânico com o grupo JBS-Friboi, maior produtor e exportador de carne bovina, pode "nortear" a produção orgânica do boi no Estado, já que o consumo deste tipo de carne vem apresentando um crescimento significativo.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS