Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 03 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sábado, 23 de Novembro de 2019, 08h:09
Tamanho do texto A - A+

Em troca de dinheiro e carne, avô permitia estupro de neta

Caso aconteceu após denúncia anônima; testemunha viu acusado tentando beijar a jovem

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/Polícia Civil

Viatura GOI

Avós serão investigados pelo crime de favorecimento à exploração sexual infantil

Um homem de 53 anos foi preso por abusar sexualmente de uma adolescente de 13 anos. Avô da menina permitia os encontros onde aconteciam os abusos, em troca de dinheiro ou alimentos. A prisão aconteceu na última quinta-feira (21) em Naviraí, após denúncia anônima. 

 

O denunciante informou ainda que viu a vítima dentro do carro do autor, uma picape de cor branca, tentando se desvencilhar dele. Conforme o relato, o homem tentava beijar a menor contra sua vontade.

 

Os conselheiros localizaram a adolescente e a encaminharam para a Delegacia de Atendimento à Mulher, onde, durante escuta especializada, relatou que mora com os avós, e que eles possuem um amigo, de 53 anos, o qual frequenta a casa e constantemente a pede em casamento.

 

De acordo com a vítima, os avós a incentivam a casar com o homem, segundo a assessoria. Ela afirmou ainda que o autor já a abraçou, beijou a força e essa semana manteve inclusive relação sexual, sem o conhecimento dos avós, sendo que o último beijo teria ocorrido no dia anterior, com o consentimento dela, dentro do carro do autor, oportunidade em que o autor lhe deu vinte reais para comprar doce.

 

A adolescente relatou que é costume o autor lhe dar quantias em dinheiro de vinte, cinquenta e até cem reais, além disso ele leva carne e compra outras comidas para sua casa. O beijo foi presenciado por uma prima da vítima.

 

A adolescente passou por perícia médica que confirmou que a menor apresenta vestígios de rompimento himenal recente. Ao tomar conhecimento dos fatos investigadores da Delegacia de Atendimento à Mulher de Naviraí diligenciaram até o endereço do suposto autor e o conduziram até a delegacia, tendo a autoridade policial lavrado o auto de prisão em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável.

 

Os avós serão investigados pelo crime de favorecimento à exploração sexual infantil.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix