Campo Grande Sexta-feira, 24 de Maio de 2024


Nacional Quarta-feira, 03 de Dezembro de 2008, 13:56 - A | A

Quarta-feira, 03 de Dezembro de 2008, 13h:56 - A | A

Portos de Santa Catarina receberão R$ 350 milhões para reparos

Da Redação

Uma medida provisória do governo federal vai destinar R$ 350 milhões para que o porto de Itajaí e o de Navegantes, em Santa Catarina, parados há 11 dias por conta dos danos causados pelas enchentes nos municípios, voltem a funcionar.

A prioridade é a dragagem do rio Itajaí-Açu que, por conta do acúmulo de detritos, não tem profundidade suficiente para o tráfego de navios de carga. A profundidade normal é de 11,3 metros, mas alguns pontos do curso estão com apenas seis.

Nessa terça-feira, dia 2, o ministro especial dos Portos, Pedro Brito, vistoriou os estragos no local, acompanhado pelo governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) e pelo vice Leonel Pavan (PSDB). Após a visita, determinou que os preços para as obras sejam apurados até a sexta-feira.

– Esta postura está permitindo que sejam tomadas decisões rápidas para normalizar as atividades do porto, o que demanda urgência já que 21% do PIB catarinense passa pelas atividades do porto – explicou Brito.

A intenção do ministro é assinar a ordem de serviço para o início das obras na semana que vem. A previsão dele é que em no máximo 20 dias o rio já tenha condições de ser navegado e em três meses a situação esteja normalizada.

Outro ponto problemático no porto de Itajaí são os berços de ancoragem. Três dos quatro estão danificados e devem levar seis meses para serem reparados. A administração do porto vai priorizar a construção de mais um berço, prevista para janeiro de 2009.

De acordo com o ministro, o prejuízo com o fechamento do porto de Itajaí chega a U$ 400 milhões. Ele disse que se os R$ 350 milhões não forem suficientes para a retomada das atividades, não medirá esforços para que isso aconteça. (Fonta: Diário Catarinense)
.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS