Campo Grande 00:00:00 Sexta-feira, 19 de Julho de 2024


Cultura e Entretenimento Quinta-feira, 20 de Junho de 2024, 08:53 - A | A

Quinta-feira, 20 de Junho de 2024, 08h:53 - A | A

Sertanejo

Chrystian, da dupla Chrystian & Ralf, morre aos 67 anos

Cantor sertanejo estava internado no Hospital Samaritano, em São Paulo, e faleceu após complicações de saúde

Vivianne Nunes
Capital News

Reprodução

Morre o cantor Sertanejo Chystian

Morre o cantor Sertanejo Chystian ‘ da Dupla inesquecível Chystian e Ralf.

O cantor sertanejo Chrystian, conhecido pela dupla Chrystian & Ralf, faleceu na noite desta quarta-feira (19) em São Paulo. Ele estava internado no Hospital Samaritano e havia sido diagnosticado com uma condição de saúde que exigia repouso e tratamento especializado.

A família divulgou uma nota lamentando a perda e destacou os 60 anos que Chrystian dedicou à música sertaneja. "Sua voz inconfundível e sua paixão pela música trouxeram alegria e emoção aos fãs em todo o Brasil", dizia a nota.

Chrystian havia sido hospitalizado em fevereiro para se preparar para um transplante de rim devido a um distúrbio hereditário, mas a cirurgia foi adiada após a necessidade de colocar stents no coração, conforme divulgou a revista Quem.

Ralf, irmão e ex-parceiro de dupla, também lamentou a morte de Chrystian em um post no Instagram. "Meu irmão querido… Fizemos sempre o nosso melhor. Diante dos nossos compromissos, infelizmente não conseguimos nos despedir… mas tenho certeza que nosso 'Pai' te encaminhará na luz junto ao Senhor Jesus! Descanse em paz, meu irmão Chrystian", escreveu.

Chrystian & Ralf começaram a cantar na infância e lançaram seu primeiro disco oficial em 1983. A dupla teve sucessos nacionais e internacionais, com músicas em novelas como "Cavalo de Aço" e "O Rei do Gado". Eles se separaram pela primeira vez em 2000 para carreiras solo, voltaram em 2001 e, finalmente, se separaram definitivamente em 2021.

Divulgação

Chrystian, da dupla Chrystian e Ralf, morre aos 67 anos

A família divulgou uma nota lamentando a perda e destacou os 60 anos que Chrystian dedicou à música sertaneja.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS