Campo Grande Quinta-feira, 23 de Maio de 2024



Cultura e Entretenimento Terça-feira, 18 de Novembro de 2008, 16:56 - A | A

Terça-feira, 18 de Novembro de 2008, 16h:56 - A | A

Banda Velho do Rio lança primeiro CD no Cena Som

Da Redação

Projeto da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, o Cena Som da próxima quinta-feira (20) apresenta show da banda Velho do Rio, com o lançamento do seu primeiro CD, “Novos e Velhos Mistérios”, no Teatro Aracy Balabanian, do Centro Cultural José Octávio Guizzo. O ingresso é 1 kg de alimento não-perecível que será revertido a uma instituição carente da capital.

“De volta à cena”: essas são as palavras dos integrantes da banda, que após um ano longe dos palcos, retornam com o show de lançamento do seu primeiro CD. Durante este período a banda trabalhou na composição e produção das canções autorais e no desenvolvimento de uma estética que traduzisse de forma fiel as idéias da banda.

Ousa a banda no MySpace

“Novos e Velhos Mistérios” não se prende a nenhum estilo específico, ora romântico, ora pesado, passando por baladas e histórias que são contadas através das letras que abordam entre outros temas a natureza, espiritualismo, o amor, desilusões e mistérios. O projeto é viabilizado pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, com intermédio da sua Fundação de Cultura através do Fundo de Investimentos Culturais (FIC), que aprovou e apostou na nova cara da música sul-mato-grossense. “É um cd de rock com pitadas de grunge, blues, pop e que também mostra a nossa vertente violeira sempre misturada às canções”, comenta Thiago Rezende, vocalista da banda.

A produção ficou a cargo de Jarbas Roberto, músico e dono do estúdio Muziart, onde também foi gravado o CD. Além de assinar como produtor participou das doze faixas gravando as orquestrações e teclados. O CD conta ainda com a mixagem e masterização dos músicos e produtores culturais Guilherme Cruz e Guga Borba na concepção de arte gráfica e produção de palco dando uma estética e cara nova ao trabalho da banda.

O CD refere-se ao próprio Velho do Rio que é um personagem místico, uma lenda trazida para o imaginário popular com a novela Pantanal. “É um homem que cuida da natureza, e veleja oculto sob o manto da noite na sua canoa de um pau só pelos rios pantaneiros e que de vez em quando se transforma na maior sucuri do Pantanal”, dizem os músicos.

A banda foi formada em 2004 e já se apresentou em vários locais da noite campo-grandense, nos projetos Som da Concha, Noite da Seresta, Só Rock no Horto e Arte na praça, além de já terem sido finalistas do Festival Universitário da Canção e do Festival Sicredi de Música. Atualmente a banda está composta por Thiago Rezende (voz e violão), André Pinheiro (bateria), Fábio Pinheiro (Guitarrista), Alex Matoso (baixo) e Paulo Bergonzi (Percussão). (Com informações da FCMS)
.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS