Campo Grande/MS, Sábado, 18 de Setembro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 30 de Julho de 2021, 19h:15
Tamanho do texto A - A+

Vacinação em massa reduz casos de Covid-19 na fronteira de MS

Municípios registram queda de 63% no número de casos positivos

Lethycia Anjos
Capital News

Divulgação/Portal MS

MS é destaque nacional pela vacinação em massa na fronteira

Geraldo Resende em visita a Corumbá

Dados do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulgados nesta sexta-feira (30), apontam que Mato Grosso do Sul registrou 583 novos casos confirmados, totalizando 355.303 casos confirmados até o momento. Conforme os dados, foram confirmados 14 novos óbitos, somando 8.924 vidas perdidas desde o início da pandemia de Covid-19 no Estado.

 

Ainda conforme os dados foram contabilizados 6.830 pacientes em isolamento domiciliar, 582 hospitalizados, além de 338.967 casos recuperados. 

 

Em Mato Grosso do Sul, foram aplicadas 2.281.850 doses, sendo 1.370.040 com a primeira dose, 681.206 com a segunda dose e 230.604 com dose única, o que corresponde a 32,46% da população.

 

Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, acredita que Mato Grosso do Sul será o primeiro estado a sair da pandemia. “Nós conseguimos esse feito histórico. Esse processo de imunização nos 13 municípios foi extremamente importante para nós. Os municípios compõem a região de fronteira de nosso Estado e criamos esse cinturão sanitário. Acredito que é a maior conquista que nós tivemos até o momento, neste enfrentamento à Covid-19”, destacou.

 

Conforme a primeira parcial da SES sobre a vacinação em massa nos 13 municípios de fronteira, no período de 2 a 22 de julho, apresentou uma redução significativa no número de casos confirmados nestes municípios, em comparação aos demais municípios que não integraram o estudo. No total, foram 94.215 pessoas vacinadas na região de fronteira, com a vacina da Janssen.

 

Geraldo Resende ressalta que os resultados do cinturão sanitário diminuirão sensivelmente os riscos de novos casos, impactando positivamente a situação epidemiológica de MS. “Essa barreira vai reduzir a circulação de variantes e contribuir para a redução de outros índices epidemiológicos como a taxa de ocupação de leitos hospitalares e óbitos”, explicou.

 

Entre os municípios que participaram da vacinação em massa estão Mundo Novo, Japorã, Sete Quedas, Paranhos, Coronel Sapucaia, Aral Moreira, Ponta Porã, Antônio João, Bela Vista, Caracol, Porto Murtinho, Corumbá e Ladário.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix