Campo Grande Quinta-feira, 23 de Maio de 2024



Cotidiano Terça-feira, 11 de Novembro de 2008, 07:46 - A | A

Terça-feira, 11 de Novembro de 2008, 07h:46 - A | A

Radar móvel fiscaliza a Dom Antônio Barbosa hoje

Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) informa que nesta terça-feira (11.11) o radar estático estará coletando dados estatísticos e em fase de teste para elaboração de plano operacional na avenida Dom Antônio Barbosa, próximo à rua Cotegipe (entrada da Coophasul), a partir das 7:00 horas, monitorando as faixas de rolamento no sentido bairro-centro e, a partir das 8h30min, as faixas no sentido centro-bairro. O veículo permanecerá no local até as 10 horas.

Com o uso do radar estático, o objetivo é ganhar agilidade no monitoramento do tráfego, já que o veículo possibilita a fiscalização de infrações em pontos variados, garantindo uma fiscalização de toda a cidade. Além disto,o veículo permiteações de fiscalização pontuais, para garantir a segurança em locais,dias ehorários específicos, como dias de jogo, festas ou até mesmo em locais em que existe a possibilidade de acontecer rachas.

“Como ele está instalado dentro de um carro identificado, fica bem visível e, durante uma semana, será mostrado para a população. Nosso objetivo é demonstrar que há abuso de velocidade, cometido por uma parcela da população e combater a sensação de impunidade”, argumentou o diretor geral da Agetran, Carlos Lanteri. Na próxima semana, Lanteri se reunirá com conselhos regionais para apresentar o equipamento. “Até por quê, o maior número de solicitações que recebemos está relacionado ao excesso de velocidade”, observou o diretor da agência.

Lanteri lembrou que o Código de Trânsito Brasileiro proíbe a implantação de lombadas transversais, sistematicamente solicitada pela população para conter excesso de velocidade. Inicialmente, a fiscalização será feita em 52 vias arteriais, cuja velocidade máxima permitida é de 60 km/h, de acordo com o CTB e lei complementar municipal n° 76/2005 que classifica as vias urbanas. Segundo levantamento da Agetran, 75% dos acidentes são provocados por desrespeito ao limite de velocidade estabelecido para a via.

Além de fazer com que o radar seja deslocado para vários pontos da cidade, durante a próxima semana, em cumprimento ao que determina a Resolução n° 214 do Contran (Conselho Nacional e Trânsito), a Agetran também informará os motoristas da presença do equipamento, por meio de faixas colocadas alguns metros antes de onde o veículo estará estacionado. (PMCG)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS