Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 17 de Agosto de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 06 de Maio de 2022, 11h:33
Tamanho do texto A - A+

Professores de Mato Grosso do Sul recebem maior salário entre redes estaduais

Liderança no ranking nacional foi confirmada pelo instituto península

Enoque Trefzger
Capital News

Divulgação/SED

Professores de MS tem maior salário entre redes estaduais de ensino

Evolução dos salários dos professores

Professores de Mato Grosso do Sul possuem o maior salário em comparação ao restante do Brasil. A remuneração inicial na Rede Estadual de Ensino é de R $8.381,63 para professor graduado com carga horária de 40h/aula. Nessa mesma faixa, o professor com habilitação superior, sem nenhum adicional ou gratificação, pode atingir salário de R $12.237,18 na evolução da carreira e atingir o vencimento de 17.132,05 no topo com a soma dos adicionais por tempo de serviço.

 

Segundo Cecilia Motta, Secretaria de Educação do Estado, efatiza que contra os números não há argumento, Mato Grosso do Sul tem a melhor política de valorização salarial para os professores. A posição de liderança do Estado no ranking nacional de remuneração do professor foi confirmada pelo Instituto Península, em estudo comparativo encaminhado às secretarias estaduais de Educação. Esse levantamento ainda será divulgado publicamente, mas os números correspondem à tabela salarial disponibilizada no site da Federação dos Trabalhadores em Educação (Fetems)

 

Para a secretária de Educação do Estado, Cecilia Motta, no conjunto da política de valorização dos trabalhadores em educação, o ajuste/atualização salarial no quadro de carreira de professor é a principal conquista da categoria. “Este salário é uma conquista dos professores, em que o Governo do Estado reconhece a importância e valoriza o servidor, sem desmerecer outros profissionais”, mas para resgatar e fortalecer a educação como atividade essencial, “é fundamental uma remuneração justa, digna”. afirma

 

O salário dos professores efetivos com graduação em licenciatura plena segue em evolução desde 2015, quando a remuneração inicial 40 horas era de R $3.994,20. Depois subiu para R $5.007,54 em 2016, saltando para R $5.154,75 em 2017, chegando a R $6.079,17 (2018). Nos anos seguintes continuou subindo para R $6.445,47 (2019), R$7.446,26 (2020), depois 7.619,66 (2021) e neste ano R $8.381,63.

 

A secretária de Educação lembrou que em outubro haverá novo reajuste e o salário vai chegar a R $10.318,00. “Desta forma, do que já está previsto para carga de 40h/aula, vamos chegar a 90% do piso salarial para 20h”.finaliza.

Divulgação/ SED

Professores de MS tem maior salário entre redes estaduais de ensino

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix