Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 11 de Fevereiro de 2020, 11h:15
Tamanho do texto A - A+

Prefeito afirma que acatará decisão da Justiça caso tarifa aumente

Passagem pode chegar a custar R$ 4,29

Norton Soares
Capital News

Deurico/Capital News

Foto ilustrativa de transporte coletivo, ônibus, coletivo, transporte publico

Sofrendo mudanças, 3 três linhas de ônibus foram extintas e itinerários em outras 11 foram mudadas

Decisão da justiça determina um prazo de 10 dias para que a  Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos (Agereg) o preço da tarifa de ônibus da Capital, podendo chegar a custar R$ 4,29. Consórcio Guaicurus afirma estar enfrentando prejuízos por causado ISS, enquanto o Prefeito Marquinhos Trad pontua já ter um valor fixado no contrato.

Em janeiro o preço da tarifa sofreu oscilações, variando de R$ 3,95 para R$ 4,10, se fixando no último valor, após decisão conjunta com a Prefeitura. Já no início de fevereiro, o Consórcio entrou com pedido na Justiça para que a Agereg (Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos) refaça o cálculo do reajuste, alegando estar sofrendo prejuízos com a passagem atual, principalmente pro causa do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

Deurico/Capital News

Prefeito afirma que acatará decisão da Justiça caso tarifa aumente

Prefeito Marquinhos Trad

A respeito do reajuste da tarifa do transporte público, com novo pedido do Consórcio Guaicurus na Justiça que a Agere para que o valor da passagem suba ainda nesta semana, o Prefeito Marquinhos Trad explicou, “Eles [Guaicurus] podem requerer, mas na Prefeitura, nós achamos, dentro do contrato, o valor que já foi fixado, se eles acreditam que tem a mais, eles devem buscar os seus direitos na Justiça”, prefeito estava na sede da Sectur, na divulgação da programação oficial do Carnaval Campo Grande 2020, nesta terça-feira (11).

Trad afirma ainda que o órgão público irá respeitar a decisão feita pela Justiça, respondendo de forma “técnica”.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix