Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 10h:05
Tamanho do texto A - A+

Motoristas buscam gasolina barata em Campo Grande

Conforme pesquisa da ANP variação na semana passada fechou de R$ 5,47 á R$ 5,74

Elaine Silva
Capital News

Anderson Ramos/Capital News

Motoristas buscam gasolina barata em Campo Grande

Posto de Combustível

A gasolina tá virando 'ouro' ainda mais na época da pandemia da covid-19. Nos últimos dias está sendo difícil encontrar gasolina barata, a reportagem do Capital News, encontrou apenas um posto na avenida Spipe Calarge, onde o valor estava abaixo da média, sendo vendido a R$ 5,29.

Anderson Ramos/Capital News

Motoristas buscam gasolina barata em Campo Grande

Posto de combustível


Conforme a pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em 20 postos de Campo Grande mostrou que a média da gasolina ficou em R$ 5,56, variando de R$ 5,47 a R$ 5,74. Já no Mato Grosso do Sul, o valor mínimo do litro da gasolina vendido em 30 estabelecimentos do Estado foi de R$ 5,47 e o máximo de R$ 5,99. O levantamento foi realizado entre os dias 4 a 10 de abril.

Reajuste no preço dos combustíveis, principalmente o etanol e a gasolina, que tiveram alta de 17,58% e 11,5%, respectivamente, impulsionaram a inflação em Campo Grande, que fechou o mês de março em 0,96%. No ano, a gasolina acumula alta de 21,51%.

Etanol e Diesel
Preço etanol comercializado no Estado encerrou com média de R$ 4,13, sendo o valor mais baixo registrado a R$ 3,87 e o que mais pesou para o consumidor estava a R$ 4,99. Em relação ao óleo diesel em 24 estabelecimentos, o  preço ficou em R$ 4,20, variando de R$ 3,99 a R$ 4,64.

Anderson Ramos/Capital News

Motoristas buscam gasolina barata em Campo Grande

Posto de combustível


Redução ICMS
No ano passado, o Governo do Estado reduziu o ICMS do etanol de 25% para 20% com o objetivo de estimular o consumo do etanol em substituição à gasolina. E em 2020 o consumo do produto aumentou em 40,9% comparado com o registrado em 2019, chegando a 144 milhões de litros.

Mato Grosso do Sul tem o quinto menor preço do etanol entre os estados brasileiros, ficando atrás de São Paulo (R$ 3,142), Mato Grosso (R$ 3,185), Minas Gerais (R$ 3,259) e Paraná (R$ 3,305). E tem a quarta menor alíquota de ICMS do país para o álcool combustível – em São Paulo o ICMS para o produto é de 13,3%; Minas Gerais (16%) e Paraná, com 18%.

Estado é também um dos estados com menor ICMS sobre o óleo diesel. Acolhendo reivindicação do setor produtivo e lideranças das entidades do comércio e indústria, em junho de 2018 o Governo do Estado reduziu o ICMS de 17% para 12%, mas cobrou das distribuidoras e postos de revenda de combustíveis que esse benefício fosse estendido aos consumidores. Em 2015, quando a administração estadual praticou essa redução por um período de seis meses, a diminuição da alíquota do Imposto não chegou na ponta, no tanque dos veículos e no bolso do cidadão.

MS é um dos seis estados que aplicam a alíquota de 12% para o óleo diesel. E de acordo com a pesquisa da ANP feita na segunda semana deste mês, o Estado tem o oitavo menor preço médio para este combustível: preço médio de R$ 3,838. Em Paraíba o valor cobrado gira em torno de R$ 3,846; São Paulo (R$ 3,855); Amazonas (R$ 3,872); Goiás (R$ 3,902) e Minas Gerais, R$ 3,916.

“Congelamento" da gasolina
Articulação entre o Governo do Estado e o Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniências de Mato Grosso do Sul) garante aos consumidores o congelamento da pauta fiscal da gasolina, que é o preço médio ponderado que serve de referência para a cobrança do ICMS. Isso vai segurar o aumento de R$ 0,15 no preço do combustível, sendo que só em 2020 foram 19 reajustes autorizados pela Petrobras.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix