Campo Grande 00:00:00 Segunda-feira, 22 de Julho de 2024


Meio Ambiente Segunda-feira, 24 de Junho de 2024, 08:26 - A | A

Segunda-feira, 24 de Junho de 2024, 08h:26 - A | A

Cuidados

Corpo de Bombeiros aponta várias frentes de trabalho no Pantanal

Porto Murtinho continua os combates nas margens do rio Paraguai

Elaine Oliveira
Capital News

Ação coordenada por ar, terra e rio para combater os incêndios florestais no Pantanal tem uso de tecnologia, trabalho integrado e muita dedicação. Este esforço, em especial a dos bombeiros que lidam diretamente com o fogo em larga extensão, é reconhecido com agradecimentos e elogios dos pantaneiros. Por esta razão, eles fazem questão de apoiar e cooperar no que for possível com os combatentes.

"Sem os bombeiros aqui seria derrota na certa. O trabalho deles é essencial e fundamental. Teríamos grandes problemas se não viessem nos ajudar. Esta equipe, por exemplo, está aqui pela terceira vez", afirma o produtor rural Jair Serra. Ele é nascido e crescido na região do Paiaguás, onde ocorrem incêndios florestais há três semanas.

Reconhecendo o esforço da equipe de campo, o pantaneiro faz sua parte cedendo dois tratores para ajudar no trabalho e dando todo o apoio necessário aos profissionais. "Eles sempre vêm nos atender, mandei fotos e videos pelo celular, ontem e hoje, e estão aqui desde cedo combatendo os focos. A região é de difícil acesso e só trabalha quem conhece. Minha família está aqui desde 1943, e só tenho que agradecer aos bombeiros, que não medem esforços".

O Corpo de Bombeiros divulgou boletim apontando as várias frentes de trabalho no Pantanal neste final de semana. Equipes estão na região do Abobral, próximo a Estrada Parque, onde permanece há uma semana o trabalho para conter chamas.

Reportar News

Corpo de Bombeiros aponta várias frentes de trabalho no Pantanal

Porto Murtinho continua os combates nas margens do rio Paraguai

Já em Porto Murtinho continuam os combates nas margens do rio Paraguai. O esforço é conjunto com fazendeiros da região. Em Corumbá, onde se concentram a maioria das chamas, seguem os combates e também o trabalho de monitoramento e prevenção. Equipes estão na região do Forte Coimbra e próximos às BR 262, na ponte que atravessa o rio Paraguai.

No sábado (22) foram utilizados duas aeronaves Air Tractor e dois helicópteros, além de caminhões de combate a incêndio e dezenas de camionetes equipadas com kit pick-up, mochilas costais, sopradores e equipamentos de proteção individual.

Fora do Pantanal, o Corpo de Bombeiros segue monitorando outras regiões, como é o caso do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema. Lá, foi detectado um foco na ilha que fica entre o rio Paraná e o rio Ivinhema. A ação no local já está sendo feita.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS