Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 19 de Agosto de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2015, 10h:28
Tamanho do texto A - A+

Defesa Civil afirma que dez cidades estão em emergência por chuvas em MS

De acordo com a Cedec, sete rodovias estaduais e federais foram danificadas, assim como 22 pontes

Myllena de Luca
Capital News

Foto: Diogo Nolasco/TV Morena

Defesa Civil afirma que dez cidades estão em emergência por chuvas em MS

Cratera em Naviraí com 15 metros

As chuvas que atingiram Mato Grosso do Sul fizeram com que dez municípios decretassem situação de emergência, de acordo com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec-MS). Outros dois ainda podem integrar a lista.
 
No total, 15 municípios foram afetados pelas chuvas.Tacuru, Naviraí, Coronel Sapucaia, Amambai, Sete Quedas, Paranhos, Caarapó, Iguatemi, Novo Horizonte do Sul e Juti já decretaram e Aral Moreira e Itaquiraí estudam fazer o mesmo.
 
De acordo com a Cedec, sete rodovias estaduais e federais foram danificadas, assim como 22 pontes. Outras 39 foram destruídas.
 
Eldorado
Eldorado também declarou situação de emergência na cidade. O decreto foi publicado no Diário Oficial dos Municípios do Estado de Mato Grosso do Sul na terça-feira (1º).
 
A prefeita Marta Araújo (PT) considerou as fortes chuvas que atingem o município desde 15 de novembro e o parecer favorável da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec).
 
Autoridades poderão entrar nas casas para prestar socorro e evacuar as residências, se for necessário. Se forem identificados imóveis em área de risco, será iniciado processo de desapropriação, sendo pagas indenizações em seguida.
 
Seis municípios
Tacuru, Naviraí, Itaquiraí, Sete Quedas, Amambai e Paranhos decretaram situação de emergência por causa dos estragos provocados pelas fortes chuvas nos últimos dias, segundo a Cedec.
 
Três equipes da Defesa Civil percorrem os seis municípios na região sul do estado para fazerem um levantamento dos prejuízos causados pelas chuvas.
 
Bela Vista
O temporal que atingiu a cidade em 15 de novembro fez com que Bela Vista decretasse situação de emergência. Para decretar a medida, o prefeito Douglas Gomes (PP) considerou os estragos causados e o parecer a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, relatando que a ocorrência deste desastre é favorável à declaração.
 
Todos os órgãos públicos municipais estarão sob o comando da Defesa Civil para atuar nas ações e em campanhas para arrecadar recursos às pessoas desabrigadas. Autoridades poderão entrar nas casas para prestar socorro e evacuar as residências, se for necessário.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix