Quarta-feira, 29 de Maio de 2024


Cotidiano Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008, 08:12 - A | A

Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008, 08h:12 - A | A

Campanha de registro civil começa segunda-feira

Da redação (LM)

Na próxima segunda-feira (17) começa a Campanha Nacional de Mobilização pelo Registro Civil. Neste ano a mobilização terá duração de um mês, com encerramento marcado para o dia 17 de dezembro. A campanha, promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foi aderida pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e tem por objetivo empreender ações de mobilização em todos os municípios brasileiros para garantir a certidão de nascimento a todas as crianças nascidas e também aos adultos que não possuem o documento.

O Corregedor-Geral de Justiça de Mato Grosso do Sul, Divoncir Schreiner Maran, recomendou o tratamento prioritário aos processos de registro tardio na mobilização deste ano. Juízes de todo o país estão sendo mobilizados para garantir a certidão de nascimento a toda pessoa ainda não registrada.

Apesar da universalização do registro civil, ainda há problemas para serem enfrentados para garanti-lo a todas as pessoas, como a omissão dos registros de nascimento, o aspecto econômico-social, a filiação ilegítima, a ignorância sobre a importância do registro civil, o desconhecimento das leis, a negligência, a distância do domicílio ao cartório e o grau de instrução dos pais.

Foi publicado no Diário da Justiça de hoje (12) o Provimento nº 21 da Corregedoria, o qual permite o registro da declaração de nascimento fora do prazo legal diretamente ao oficial do registro civil. O intuito, segundo a Diretora de Gestão da Corregedoria-Geral de Justiça, Azenaide Rosselli Alencar, é simplificar o processo, pois até então, era necessário procurar a justiça para realizar o registro nestes casos e agora os próprios cartórios estão autorizados a fazê-los. Desta forma, o provimento veio modificar a sistemática vigente a respeito do denominado registro tardio a fim de facilitar na resolução das dificuldades encontradas por aqueles que por um motivo ou outro não foram registrados na época de seu nascimento.

Durante a campanha, o expediente nos Cartórios de Registro Civil no Estado será das 8h às 17h. Todos os 95 cartórios de Registro Civil do Estado vão participar da campanha. A Corregedoria recomendou que nas comarcas onde houver aldeias, assentamentos e comunidades de difícil acesso, deverá ser deslocada uma equipe de funcionários para atendimento nesses locais. Em Campo Grande há um posto de atendimento fixo na Santa Casa e nos Hospitais Universitário e Regional. (TJ/MS)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS