Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 03 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 24 de Fevereiro de 2019, 11h:38
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Jundiaí fornece roteiro turístico para os amantes de vinho

Por Raphael Granucci

Da coluna Viagens
Artigo de responsabilidade do autor

Rota da uva conta com adegas, restaurantes e lojas tradicionais mantidas por imigrantes italianos

Istock Photos

ColunaViagens

Se você é daqueles que adora um vinho, com certeza já ouviu falar das bebidas produzidas pela serra gaúcha. No interior de São Paulo, no entanto, a produção também é intensa e uma das cidades que mais se destaca é Jundiaí, há aproximadamente 50 km da capital. Com belas paisagens e aspecto interiorano, o município guarda tradições trazidas pelos imigrantes italianos.

A rota da uva passa por importantes bairros povoados por imigrantes italianos no século XIX: Caxambú, Colônia, Toca e Roseira. Até hoje, essa região é marcada pelas tradições e pela gastronomia italiana. Apesar do principal aspecto ser a fruta e o vinho,  na rota da uva você encontra uma boa variedade de bolos, pães, massas, doces e geleias.

A hospitalidade da população jundiaiense se mistura com os gostos, cheiros e com a atmosfera própria do campo. A maior parte das adegas disponíveis na rota da uva são familiares. Para quem gosta da bebida, é possível conhecer vinhos tintos, brancos, suaves e secos, cada um com uma particularidade em relação a produção, história ou comercialização. Em alguns casos, você pode até conhecer o processo de produção das bebidas.

Se você quiser levar os vinhos para casa, não se preocupe. As adegas vendem os produtos de forma separada. A maior da região é a Adega Maziero, com produção anual que gira em torno de 60 e 70 mil litros. Pratos fartos da culinária italiana também estão nos arredores em restaurantes especializados, assim como lojas especiais para quem quiser levar alguma lembrança para casa.

Se engana, no entanto, quem acredita que a cidade de Jundiaí é apenas um destino turístico para os amantes da cultura italiana e de vinhos. O município já se tornou lar de muitos brasileiros. Ano a ano, cresce a procura por casas a venda em Jundiaí.

Segundo estudo divulgado pelo Sindicato de Habitação (Secovi-SP) entre dezembro de 2017 e dezembro de 2018, foram lançadas 750 unidades no período, o que representa 53% a mais do que no último levantamento, quando a cidade registrou 489 novas residências. Além disso, 1.080 imóveis novos foram comercializados no município.

O estudo foi desenvolvido por Robert Michel Zarif, em parceria com o Departamento de Economia e Estatística do Sindicato da Habitação. Os dados começaram a ser coletados em 2015. Até o ano passado, em três anos Jundiaí registrou 2.606 imóveis residenciais lançados, sendo que 2.094 unidades foram comercializadas (80,4% do total).

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix