Campo Grande/MS, Domingo, 03 de Julho de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sábado, 21 de Maio de 2022, 14h:47
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Preso quase 3 anos depois de matar ator Rafael Miguel e pais, Cupertino se escondeu em MS

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Fotos redes sociais e Polícia Civil MS

ColunaMarcoEusébio

Isabela e o ator Rafael; Cupertino em foto no sítio em Eldorado (MS)

Preso em São Paulo na segunda (16), quase três anos depois do tríplice assassinato, Paulo Cupertino Matias, de 50 anos, acusado de matar o ator Rafael Miguel e os pais do rapaz por não aceitar o namoro dele com a filha, viveu pelo menos por oito meses em 2020, durante a fuga, em Mato Grosso do Sul. Conforme a Polícia Civil de MS, usando o falso nome de "Manoel Machado da Silva", o foragido morou em um sítio em Eldorado (MS) onde era conhecido como "Seu Manoel". Ele deixou a barba crescer. Em plena pandemia, só saia do sítio usando máscara para evitar ser reconhecido. A polícia apurou ainda que ele chegou ao estado por Ponta Porã, onde conseguiu documentos falsos e conheceu um homem identificado como Alfonso, que, sabendo quem ele era, lhe ofereceu um trabalho de caseiro. Os assassinatos ocorreram no dia 9 de junho de 2019, no bairro da Pedreira (SP). Cupertino matou o ator Rafael Miguel, à época com 22 anos, e os pais do rapaz – João Alcisio Miguel, 52, e Miriam Selma Miguel, 50 – por não aceitar o relacionamento da filha Isabela Tibcherani com o jovem. (Com G1MS e noticiário nacional)

 

 

LEIA A COLUNA DE HOJE CLICANDO AQUI EM MARCO EUSÉBIO IN BLOG

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix