Campo Grande/MS, Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 24 de Maio de 2020, 13h:30
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Ela perdeu 60 mil seguidores do dia para noite

Por Gustavo Nunes

Da coluna Identidade Digital
Artigo de responsabilidade do autor

Todos os dias surgem novos influenciadores anunciam em suas contas pessoais, os benefícios de um determinado produto ou marca. A grande pergunta é: esses “Digital Influencers” estão preparados para o julgamento do tribunal da internet?

William Iven/Unsplash

ColunaIdentidadeDigital

A internet tem um poder de comunicação altamente escalável. As pessoas têm a possibilidade de conversar umas com as outras pelos quatro cantos do mundo, promover relacionamentos de forma virtual, comprar produtos, expor seus conteúdos, fazer cursos e etc.

As grandes e pequenas marcas foram obrigadas, nos últimos anos, a migrarem seus produtos e criar conteúdos para a grande rede. E uma forma que elas encontraram para se adequar a esta mudança foi a contratação de influenciadores para divulgarem suas marcas na internet, promovendo maior interação com o cliente.

Divulgação

ColunaIdentidadeDigital

..


O autor do livro marketing 4.0, Philip Kotler, expõe a grandiosidade da internet quando sugere integração nas estratégias de marketing para empresas tradicionais do mundo offline. “O marketing digital não pretende substituir o marketing tradicional. Pelo contrário, ambos devem coexistir, com papéis permutáveis, ao longo do caminho do consumidor. No estágio inicial de interação entre empresas e consumidores, o marketing tradicional desempenha papel importante ao promover a consciência e interesse. À medida que a interação avança e os clientes exigem relacionamentos mais próximos com as empresas, aumenta a importância do marketing digital”.

Ele também cita uma característica forte no digital, a defesa da marca. “O papel mais importante do marketing digital promover a defesa da marca. Como marketing digital é mais controlável do que o tradicional, seu foco é promover resultados, ao passo que o foco do marketing tradicional é iniciar uma interação com os clientes. A essência do Marketing 4.0 é reconhecer os papéis mutáveis do marketing tradicional e do marketing digital na obtenção de engajamento e da defesa da marca pelos clientes”.

As características citadas por Kotler levantam um questionamento. Será que muitas vezes a defesa da marca pode ser cruel? Será que os influenciadores, que topam vestir a camisa de uma determinada empresa acabam sofrendo com as ameaças proferidas no tribunal da internet?

Hoje vou compartilhar com vocês o vídeo da Lidy Soto, influenciadora digital que perdeu 60 mil seguidores, do dia para a noite, por conta deste terrível “tribunal”.

Sem mais spolker, vejam o vídeo abaixo e até semana que vem pessoal.

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix