Campo Grande/MS, Terça-Feira, 28 de Junho de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sábado, 12 de Fevereiro de 2022, 14h:54
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Perda de sono: conheça 3 remédios que podem ser aliados na luta contra a insônia

Por Laura Fassina

Da coluna Bem-Estar
Artigo de responsabilidade do autor

Medicamentos podem ser de grande ajuda para garantir uma boa noite de sono, mas somente quando há prescrição médica

iStock

ColunaBem-Estar

A insônia é um dos distúrbios psicológicos mais comuns do mundo, onde estima-se que 40% da população mundial sofra com o problema. Geralmente estando ligada a outras questões emocionais como estresse e ansiedade, na pandemia, foi observado um aumento considerável de casos, devido ao estado emocional mais fragilizado das pessoas no geral. Hoje, o uso de medicamentos para dormir está cada vez mais normalizado e gerando bons resultados, desde que utilizados de forma segura e com prescrição médica.


Confira quais são os três medicamentos contra insônia mais receitados pelos médicos.


Amitriptilina
A Amitriptilina é um dos antidepressivos mais utilizados para combater a ansiedade, e também é um dos principais gatilhos da insônia. Sendo classificado como um antidepressivo tricíclico (que inibe a serotonina e a norepinefrina do cérebro), um de seus efeitos colaterais é o sono, por isso acaba sendo um grande aliado para quem não consegue dormir.


Geralmente, é receitado para quadros de depressão, levando algumas semanas para começar a surtir algum efeito, porém os efeitos contra insônia são imediatos, e quem sofre com o problema já perceberá uma melhora assim que começar a utilizar o medicamento.


Clonazepam
Outro bastante utilizado, o Clonazepam é um medicamento direcionado exclusivamente para a insônia. Ao contrário da Amitriptilina, ele não é usado para tratar depressão, apenas como tranquilizante e sedativo, induzindo o relaxamento muscular, para garantir uma boa noite de sono.
Porém é muito importante que o remédio seja usado com moderação e seguindo à risca todas as orientações do médico responsável e do profissional formado no curso de farmácia. Quando não utilizado de forma correta, pode gerar dependência e até mesmo piorar os sintomas quando houver abstinência.


Diazepam
O Diazepam funciona como um Clonazepam mais completo, também sendo utilizado para tratar ansiedade, convulsões e abstinência alcoólica, além da insônia. Por ser um medicamento mais pesado, consegue ter um efeito mais duradouro, controlando os sintomas da insônia durante toda a noite.


A desvantagem acaba sendo a mesma do Clonazepam, já que ele também pode causar dependência quando usado por muito tempo. O ideal é que todos esses medicamentos sejam utilizados por períodos breves, sem prolongar demais para não causar quadros de abstinência quando for necessário interromper o tratamento.


Vale ressaltar que a automedicação é muito prejudicial para a saúde, especialmente se tratando desse grupo de medicamentos. O primeiro passo para utilizar algum remédio para dormir é procurar a ajuda de um profissional especializado, para que ele possa avaliar seu caso e definir qual se adequa melhor às suas necessidades.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix