Campo Grande Quarta-feira, 29 de Maio de 2024


Rural Domingo, 09 de Novembro de 2008, 07:35 - A | A

Domingo, 09 de Novembro de 2008, 07h:35 - A | A

Longen destaca versatilidade do Albano em abrigar a Expoinel

Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

O presidente da Fiems – Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul -, Sérgio Marcolino Longen, destacou neste sábado (08/11), durante o discurso de abertura da Expoinel 2008, a versatilidade do Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, em Campo Grande, para receber a primeira feira agropecuária indoor de Mato Grosso do Sul e considerada a maior feira de nelore do mundo em ambiente fechado.

“O espaço passou por várias adaptações, que vão desde a construção de lavatórios para os animais na área externa até a instalação de cochos na parte interna e externa, além disso, foram instalados mais de 30 climatizadores. Tudo isso para receber 1,2 mil animais e pelo menos 30 expositores, que vão apresentar uma grande variedade de produtos durante os próximos 15 dias”, declarou.

Ele também fez questão de ressaltar que, apesar de o mundo viver um momento de extrema instabilidade financeira, a realização da Expoinel no Albano Franco é um exemplo da vitalidade e força da pecuária no desenvolvimento do Estado. “São ações dessa magnitude que expressam a nossa capacidade de vencer os desafios e transformar os riscos em oportunidades. É o exemplo que parcerias saudáveis são capazes de gerar bons resultados e transformar para melhor o ânimo dos empresários e produtores”, discursou.

Sistema Indústria

Sérgio Longen ainda destacou o trabalho que a Fiems realiza na área de qualificação de mão-de-obra para a indústria da carne no Estado. “O Senai oferece em Campo Grande cinco cursos para atender as indústrias frigoríficas, que são os de desossa de carne bovina, de coxa de frango, de cortes padronizados, de multiplicadores para o processo de abate de bovinos e de conserva e embutidos. Em Três Lagoas, já iniciamos a construção do Centro de Processamento de Carnes e derivados, que terá um planta piloto para o processamento de quase todos os tipos de produtos cárneos”, informou.

O presidente da Fiems lembrou que, por meio do CTC (Centro Tecnológico do Couro), atende os frigoríficos e curtumes. “Ele iniciou a operação no primeiro semestre deste ano e já formou três turmas do curso intensivo de curtimento de couro. Além disso, estão sendo construídos os laboratórios de físico-química, físico-mecânica e biotecnologia, cuja previsão de inauguração é na primeira quinzena de março do próximo ano”, completou.

Outra ação decisiva do Senai para o setor e que foi lembrada por Sérgio Longen foi o lançamento, em setembro passado, da rede LabSenai, com a entrega da unidade de alimentos em Dourados. “Na cidade, já estamos atendendo as indústrias do setor de carne com exames diversos, serviços técnicos e tecnológicos. Ele era uma reivindicação antiga dos empresários, que contavam apenas com uma unidade em Campo Grande, obrigando muitas indústrias a fazerem análises nos Estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina”, enumerou.

Deslumbramento

O governador André Puccinelli, que visitou o estande do Sistema Fiems montado no Albano Franco durante a realização da Expoinel 2008, ficou deslumbrado com as adaptações feitas no Centro de Convenções e Exposições para abrigar a primeira feira agropecuária indoor do Estado. “Quando me disseram da transferência da Expoinel para o Albano Franco, pensei como seria e não imaginava até deslumbrar hoje as modificações feitas nesse espaço”, declarou.

Ele destacou que a beleza da mostra da raça nelore é fruto da parceria do poder público, que voluntariamente se colocou à disposição dos organizadores, com o setor privado. “O nelore representa a grande força da pecuária na questão genética no Estado. Ao poder público coube o dever de patrocinar e apoiar eventos como esse e, dentro das nossas possibilidades, sermos parceiros de todos os empreendimentos dos setores produtivos do nosso Estado”, finalizou.

O presidente da Associação dos Criadores de Nelore de Mato Grosso do Sul (Nelore MS), Lineu Pasqualetto, agradeceu a todos que apoiaram e investiram na realização da Expoinel 2008 que será o maior evento da raça nelore do Estado. “Vamos realizar uma exposição de alto nível técnico, comercial e de visibilidade, que deve muito ao empresário Sérgio Longen. Ele muito nos incentivou para que viéssemos para esse gigante Albano Franco, que será a nossa casa pelos próximos 15 dias e possibilitará que todos conheçam um pouco do melhor da raça nelores, da cadeia produtiva da carne e o agronegócio”, disse.

Ele também destacou a determinação da Nelore MS em enfrentar desafios, romper barreiras e assumir riscos. “É verdade que existe um momento de instabilidade na economia mundial, mas nós produtores neloristas acreditamos na continuidade do nosso trabalho, principalmente, com a evolução dessa raça. Estamos com uma agenda recheada de eventos e esperamos superar o faturamento do ano passado, ultrapassando a cifra dos R$ 15 milhões”, declarou, cobrando uma parceria do poder público para que os criadores de nelore tenham uma sede própria no Estado.

 

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS