Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 15 de Agosto de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quinta-Feira, 30 de Junho de 2022, 15h:52
Tamanho do texto A - A+

Ações da Embrapa contra crise dos fertilizantes podem gerar US$ 1 bilhão de economia

Caravana FertBrasil percorre os principais polos agrícolas do Brasil

Iury de Oliveira
Capital News

Ana Lucia Ferreira/Embrapa

Ações da Embrapa contra crise dos fertilizantes podem gerar US$ 1 bilhão de economia

Embrapa apresenta soluções para crise dos fertilizantes

 

A expectativa da primeira ação do Plano Nacional de Fertilizantes é gerar uma economia ao setor agrícola de US$ 1 bilhão já no primeiro ano. Esse plano foi criado para mitigar a falta do insumo em todo o mundo, assegurar a próxima safra e alcançar a boa produtividade com tecnologia e soluções nacionais.

 

Se trata da Caravana Embrapa FertBrasil, que vai rodar diversas regiões do país para trabalhar junto às entidades representativas dos produtores rurais. De acordo com Jefferson Costa, pesquisador da Embrapa e coordenador estratégico da FertBrasil, serão apresentadas soluções e tecnologias para maximizar a utilização dos fertilizantes, evitar o desperdício e baixar o preço da produção.

 

“Se você usar as tecnologias que a Embrapa está levando na Caravana, nossa expectativa, se todas as tecnologias forem utilizadas, com os estudos econômicos que fizemos, pode levar a uma economia de US$ 1 bilhão no primeiro ano de uso. Para se ter ideia da dimensão da economia que isso pode alcançar.”

 

A Caravana já passou por Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná, e trabalha o assunto atualmente em Minas Gerais, até o dia 30 de junho. Após isso, os especialistas seguem para outros 17 estados e o Distrito Federal. A equipe, formada por, pelo menos, cinco palestrantes e três pesquisadores da Embrapa, vai visitar ao todo 48 polos agrícolas, o que corresponde a 70 milhões de hectares, abrangendo os 230 municípios maiores produtores de grãos e perenes no Brasil. 

 

De acordo com a Embrapa, a demanda por fertilizantes no Brasil cresceu cerca de 300% nos últimos 20 anos, enquanto nossa produção do insumo, no mesmo período, caiu 30%. Jefferson Costa explica que o Plano Nacional de Fertilizantes procura reverter isso e um dos primeiros passos, incluso no trabalho da Caravana, é potencializar o uso de fertilizantes nacionais em substituição aos importados.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix