Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 01 de Julho de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Reportagem Especial
Quinta-Feira, 16 de Junho de 2022, 07h:29
Tamanho do texto A - A+

Corpus Christi: Depois de dois anos, Católicos voltam a celebrar o Corpo de Cristo Vivo com ruas enfeitadas por tapete

Ao todo, 400 comunidades e paróquias devem participar na confecção de um quilômetro e meio de tapete de Corpus Christi na Capital

Vivianne Nunes
Especial para o Capital News

Mariana Rizk

Corpus Christi: Depois de dois anos, Católicos voltam a celebrar o Corpo de Cristo Vivo com ruas enfeitadas por tapete

..

“Corpus Christi, Corpo de Cristo. É isso que essa data é para nós, católicos, o Cristo! Festejamos nesta quinta-feira, a instituição da Eucaristia que é o Cristo vivo. Na última ceia, Jesus deixou isso para nós e o que tenho a dizer é que já experimentei o Corpo de Cristo muitas vezes. O Cristo vivo, com amor intenso e até fisicamente eu já experimentei. Essa é a graça que vamos festejar. Ele se fez pão e sangue porque sabia que precisaríamos desse alimento vivo. Ele ia embora e se deixou para nós e é nisso que nós católicos cremos, é nisso que vivemos a nossa fé.” O depoimento é de Marilza Bezerra fiel e serva no Santuário Nossa Senhora da Abadia, em Campo Grande.

"Essa é a graça que vamos festejar. Ele se fez pão e sangue porque sabia que precisaríamos desse alimento vivo."

 

A celebração é, para os católicos, uma oportunidade para celebrar um dos sacramentos que fundamentam a religião: a Eucaristia. Quem nunca se deparou com um “tapete” formado por gravuras coloridas pelas ruas da cidade onde vive nesta data?

A procissão de Corpus Christi lembra a caminhada do povo de Deus, peregrino, em busca da Terra Prometida. O Antigo Testamento diz que o povo peregrino foi alimentado com maná, no deserto. Com a instituição da Eucaristia o povo é alimentado com o próprio corpo de Cristo. Pois é, de acordo com a igreja católica, muito mais do que uma procissão, o tapete é um convite à reflexão sobre a obra que Jesus nos deixou.

“Estamos todos em unidade com a igreja católica em todo o mundo, celebrando o corpo de Cristo e manifestando a nossa fé publicamente”

 

Para o coordenador de Pastoral da Arquidiocese de Campo Grande, padre Vander Casemiro, esse é o momento do ano em que “estamos todos em unidade com a igreja católica em todo o mundo, celebrando o corpo de Cristo e manifestando a nossa fé publicamente”. No entanto, de acordo com ele, esse ano tem algo especial, pois é a retomada das atividades públicas desde o início da pandemia do Covid-19, depois de dois anos sem as atividades na região central da cidade.


Ao todo, segundo ele, participam 400 comunidades e paróquias católicas da cidade, cada qual responsável por parte deste tapete, que traz gravuras representativas da fé no chão, montadas e pintadas com sementes e outros elementos coloridos que trazem a alegria do Espírito Santo de Deus entre os fíeis.

A confecção do tapete ocorrerá pela manhã em Campo Grande, seguindo pelas ruas Afonso Pena, 14 de julho e Fernando Correia da Costa. Na parte da tarde está prevista para acontecer, às 15h, a Santa Missa, na praça do Rádio. Logo depois as pessoas saem em procissão até a Avenida Fernando Corrêa da Costa onde o grupo missionário Colo de Deus se apresenta com um grande show musical em louvor ao Corpo de Cristo Vivo.

Mariana Rizk

Corpus Christi: Depois de dois anos, Católicos voltam a celebrar o Corpo de Cristo Vivo com ruas enfeitadas por tapete

..

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix