Campo Grande 00:00:00 Terça-feira, 23 de Julho de 2024


Política Sexta-feira, 17 de Maio de 2024, 10:24 - A | A

Sexta-feira, 17 de Maio de 2024, 10h:24 - A | A

Aero Rancho

Condições precárias deixam Conselho Tutelar Região Sul à beira de interdição

Segundo denúncia de Beto Pereira, os próprios servidores apontam problemas do prédio no Aero Rancho

Rogério Vidmantas
Capital News

Divulgação

Conselho Tutelar

Estrutura do Conselho Tutelar tem diversos problemas, segundo os servidores

O Conselho Tutelar da Região Sul, localizado no bairro Aero Rancho encontra-se em iminência de interdição devido à falta de condições adequadas para os conselheiros, assistentes sociais e profissionais administrativos. A denúncia é feita pelo deputado federal Beto Pereira (PSDB) que aponta o descaso da atual administração de Campo Grande com a área.

Inaugurado em 2005, o Conselho da Região Sul compartilha instalações com o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas Sul). Relatos dos próprios membros do Conselho Sul destacam a precariedade do prédio, que apresenta uma série de deficiências graves como a falta de salas individuais para atendimento, a presença de pombos no forro do edifício, infiltrações recorrentes as chuvas, falta de manutenção da limpeza da caixa d'água, extintores vencidos e um elevador para cadeirantes inoperante.

A declaração do secretário municipal de Assistência Social, José Mário Antunes, alegando que os conselhos tutelares da cidade estão devidamente estruturados contrasta com a realidade enfrentada pelos profissionais do Conselho Sul. A inauguração de um novo Conselho Tutelar em outro bairro, após pressão, evidencia a disparidade de condições entre as oito unidades. “Só vai olhar para o Conselho Tutelar Sul quando o Corpo de Bombeiro ou Defesa Civil interditarem o prédio”, afirma conselheira.

Deurico/Arquivo Capital News

Beto Pereira toma posse e deixa claro que é o mais novo “soldado” do partido

Deputado federal Beto Pereira (PSDB)

Denúncias dos conselheiros

Beto Pereira, que é pré-candidato à Prefeitura de Campo Grande, recebeu uma série de denúncias sobre as más condições dos cinco conselhos tutelares que atendiam em Campo Grande. Beto constatou diversas irregularidades apontadas e expressou sua preocupação com a situação, destacando que a falta de estrutura não prejudica apenas os profissionais, mas também a população que depende dos serviços do Conselho.

Divulgação

Conselho Tutelar

Estrutura do Conselho Tutelar no Aero Rancho tem diversos problemas, apontam servidores

“A constatação que fizemos acompanhado dos profissionais é de uma condição precária. Nós que lutamos pelas convocações de novos conselheiros também estamos lutando para ter condições de trabalho. Identificamos falta de salas com ar condicionado, pomba morando nos forros, falta de água tratada e extintores vencidos. Uma série de problemas que prejudica os serviços para os cidadãos da região”, denuncia o deputado federal Beto Pereira.

Em resposta à constatação de que o município de Campo Grande não estava em conformidade com a legislação vigente, que estabelece a necessidade de um Conselho Tutelar para cada 100 mil habitantes, a Justiça determinou que sejam criados três novos conselhos. Considerando que a capital possui mais de 900 mil residentes, a atual quantidade de cinco conselhos tutelares se revela insuficiente perante a demanda da população.

O Conselho Tutelar da região Sul é o que registra o maior número de atendimentos em Campo Grande, com cerca de 3,9 mil registros, abrangendo bairros densamente populados como Aero Rancho, Guanandi, Jardim Tarumã, Coophavila, Tijuca, Portal Caiobá, Parque do Lageado, Canguru, Pioneiro e Centro Oeste.

Divulgação

Conselho Tutelar CPE

Presença de pombos no local é um dos problemas apontados

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS