Campo Grande 00:00:00 Segunda-feira, 22 de Julho de 2024


Executivo Segunda-feira, 24 de Junho de 2024, 10:27 - A | A

Segunda-feira, 24 de Junho de 2024, 10h:27 - A | A

Consumidor

Procon/MS e Defensoria Pública atendem moradores do Bairro União

Ação conjunta reforça defesa dos direitos dos consumidores e combate à violência contra idosos

Vivianne Nunes
Capital News

 Equipes do Procon/MS (Secretaria Executiva de Orientação e Defesa do Consumidor), vinculada à Sead (Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos), e da Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso do Sul atenderam, nesta sexta-feira (21), moradores da região do Bairro União, em Campo Grande. A iniciativa faz parte da campanha Junho Prata, que visa enfrentar a violência contra a pessoa idosa e conscientizar sobre seus direitos, fortalecendo a sinergia entre as instituições na defesa dos consumidores.

A professora aposentada Isabel Cristina de Barros Costa, de 75 anos, aproveitou a oportunidade para resolver pendências com uma loja de departamentos que protestou seu nome, apesar de ela ter apresentado comprovantes de pagamento do cartão da loja. “É muito bom porque não preciso ir até o Procon, ele está aqui. Apresentei para a empresa o comprovante de pagamento e me ligam cobrando 10 vezes por dia. Para mim, o atendimento no bairro facilitou muito”, ressaltou Isabel.

O secretário-executivo do Procon/MS, Angelo Motti, explicou que o trabalho integrado com a Defensoria Pública possibilita ao cidadão ter suas demandas encaminhadas em duas esferas: administrativa e jurídica. Há planos para que a nova sede conte com uma unidade de atendimento para auxiliar nos casos em que a reclamação resulte em uma ação judicial.

O defensor público e coordenador do Nuccon (Núcleo de Promoção e Defesa do Consumidor e Demais Matérias Cíveis Residuais), Carlos Eduardo Oliveira de Souza, pontuou que ações como a realizada no Bairro União são uma importante ferramenta na identificação de práticas abusivas passíveis de fiscalização. “Temos a oportunidade de prestar orientação e, ao mesmo tempo, identificar as demandas que atendam a toda coletividade.”

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS