Campo Grande Quinta-feira, 30 de Maio de 2024


Polícia Terça-feira, 09 de Dezembro de 2008, 17:16 - A | A

Terça-feira, 09 de Dezembro de 2008, 17h:16 - A | A

Operação Piracema já recolheu 822 quilos de pescado

Da Redação (JG)

Desde o dia 5 de novembro, está proibido pescar nos rios de Mato Grosso do Sul, por conta do período de reprodução dos peixes. Passado um mês da piracema, a Polícia Militar Ambiental (PMA) já recolheu 822 quilos de pescado, o que representa 42,5% do total apreendido no ano passado.

Ao todo, a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) já emitiu 15 autos de infração neste ano, contra 83 emitidos no período 2007/2008. A PMA prendeu 15 pessoas em flagrante em 2008; no ano passado, foram 74.

Em 2007, foram recolhidos 1930 quilos de pescado, além de barcos, anzóis e materiais ilegais de pesca. Dos 822 quilos apreendidos neste ano, 603 quilos estavam nos estoques de uma peixaria. Durante a fiscalização no estabelecimento, foram levantadas suspeitas de que o material havia sido pescado com petrechos proibidos, podendo assim não ter sido capturado durante o período de piracema.

A piracema segue até fevereiro no Estado. Segundo a PMA, os números estão dentro do esperado e a vigilância dos cardumes continua, em especial nos pontos em que são mais vulneráveis como cachoeiras e corredeiras dos rios.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS