Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 15 de Agosto de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quinta-Feira, 21 de Maio de 2015, 07h:53
Tamanho do texto A - A+

Empresário comete crime de racismo no interior

As investigações sobre o caso foi registrado como segredo de Justiça para não expor as duas supostas vítimas

Gilson Giordano e Marco Campos*
Capital News/Três Lagoas*

 
 
Um empresário que atua no ramo de restaurante e sorveteria em Três Lagoas, município localizado na região leste do Estado, terá que dar explicações na Justiça sobre um suposto crime de racismo praticado contra duas funcionárias de um supermercado localizado naquele município.
Conforme a ocorrência registrada sábado (16), o acusado R.R teria se irritado com a atitude da operadora de caixa R.P. S de 25 anos, após ela ter checado uma lâmina de cheque que o cliente pagava as compras.
Com os dizeres que “ele não era ladrão”, o comerciante ainda teria ofendido a funcionário na frente de outras pessoas. “Você é baiana e deveria apanhar de berimbau e dormir na senzala”.
Uma segunda vítima V.A.S.C de 20 anos - que também estava ao lado da operadora de caixa, que trabalha como empacotadora, também teria sido vítima do comerciante que – segundo a ocorrência – teria falado que lugar de “preto” era limpando o chão. Em seguida, o cliente deixou o estabelecimento foi quando as duas vítimas resolveram registrar o caso na Polícia Civil de Três Lagoas.
A atitude gerou a revolta de muitos clientes e funcionários que presenciaram a cena.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix