Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 08 de Dezembro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quinta-Feira, 25 de Outubro de 2018, 14h:12
Tamanho do texto A - A+

Casal é autuado em R$ 24 mil por tráfico de papagaios em Ivinhema

Traficantes foram autuados em posse de 24 animais de forma ilegal

Leonardo Barbosa
Capital News

PMA/Divulgação

Casal é autuado em R$ 24 mil por tráfico de papagaios em Ivinhema

Animais estavam em veículo conduzido por cal de traficantes de aves

Policiais Militares Ambientais de Batayporã autuaram nesta quarta-feira (24) administrativamente um casal de traficantes de animais silvestres, que estava com 24 filhotes de papagaios ilegalmente, em seu veículo abordado pela Polícia Militar Rodoviária da base do Distrito de Amandina, em Ivinhema.

 

O casal, o homem (32) e a mulher (37), que comprou os animais no município, foi detido pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv), em um veículo, quando seguia com os animais para a capital de São Paulo. Os criminosos, residentes em São Paulo (SP) responderão por crime ambiental e poderão pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

 

Os Policiais Militares Ambientais autuaram os infratores administrativamente e arbitraram multa total de R$ 24.000,00. A PMA encaminhará as aves ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) na Capital.

 

O período de agosto a dezembro é preocupante com relação ao tráfico de animais silvestres, pois é o período reprodutivo dos papagaios que é o animal mais traficado no Estado. A PMA mantém trabalhos preventivos nas propriedades rurais para prevenir a retirada dos animais e aliciamentos de funcionários de fazendas e assentados pelos traficantes, para a retirada dos filhotes.

 

Operações

 

Duas operações preventivas entre PMA, IBAMA e ICMBIO envolvendo 60 policiais e fiscais já foram realizadas no estado, no sentido de evitar que os animais sejam retirados da natuereza.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix