Campo Grande Segunda-feira, 17 de Junho de 2024



Polícia Quarta-feira, 29 de Maio de 2024, 08:26 - A | A

Quarta-feira, 29 de Maio de 2024, 08h:26 - A | A

Rio Verde

Após guardar fotos da filha de 11 anos seminua, homem é preso

Mulher de 37 anos também foi detida por ajudar o autor na fuga

Elaine Oliveira
Capital News

O homem, de 36 anos, flagrado com fotos da filha de 11 anos seminua em seu aparelho celular, em uma cidade de Mato Grosso do Sul, foi preso pela Polícia Civil nessa segunda-feira (27). A esposa dele, de 37 anos, também foi presa por ajudá-lo na fuga, visto que ele estava foragido.

De acordo com as informações da Polícia Civil no dia 26 de maio, a Delegacia de Rio Verde teve conhecimento dos fatos por intermédio da Polícia Militar, que apresentou na unidade uma ocorrência de estupro em que o autor estava foragido. A vítima seria uma menina de 11 anos de idade, filha do autor.

Informações davam conta de que o indivíduo estava utilizando tornozeleira eletrônica pelo fato de ter sido condenado por ter estuprado a mesma menina quando ela tinha três anos de idade, em 2016, além de, no mesmo ano, abusar sexualmente também da enteada dele e irmã da vítima, por parte de mãe, que na época tinha seis anos de idade. O homem também possui diversas passagens por crimes relacionados à violência doméstica e desacato.

Com o intuito de localizá-lo pela prática deste novo crime e realizar a captura, tendo em vista a materialidade e autoria estarem devidamente comprovadas por meio de imagens e vídeos armazenados no celular da vítima, bem como em bate-papo entre autor e vítima, uma equipe da Delegacia de Rio Verde, chefiada pelo delegado Edson Caetano, envidou todos os esforços, realizando monitoramento ininterrupto nas proximidades da residência de parentes do autor.

No mesmo dia, a tornozeleira do autor foi localizada rompida em uma região de mata. Já nesta segunda-feira, por volta das 10 horas, os policiais avistaram a atual esposa do autor foi vista perto de um balneário, carregando malas.

Foi feito um acompanhamento visual por várias horas e quando o autor saiu da mata para encontrar a mulher, logo após eles se abraçarem, se beijarem e começarem a andar juntos, os policiais resolveram abordar o casal, que recebeu voz de prisão.

O autor foi detido pelos crimes de estupro de vulnerável e dano ao patrimônio, por ter rompido a tornozeleira eletrônica e ela por favorecimento pessoal, por ter auxiliado ele na fuga.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS