Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 20 de Outubro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Nacional
Sexta-Feira, 17 de Setembro de 2021, 16h:22
Tamanho do texto A - A+

Durante reunião do G20, Tereza Cristina diz que ciência deve ser acessível a todos

Não apenas a produtores subsidiados por países ricos disse a Ministra

Laryssa Maier
Capital News

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Tereza Cristina

Tereza Cristina

Nesta sexta-feira (17), a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, disse que pesquisas científicas e inovações devem estar acessíveis a todos países, e não apenas a produtores subsidiados por países ricos, durante reunião com ministros dos países integrantes das 20 maiores economias do planeta (G20).

 

A ministra disse que dois aspectos precisam ser observados para que os países consigam obter sustentabilidade no setor agropecuário. “O primeiro, disponibilizar aos produtores rurais ferramentas para produzir mais, usando menos recursos naturais. O segundo, fazer da ciência uma força motriz para manter o comércio fluindo e os mercados previsíveis”, afirmou a ministra. Tereza Cristina destacou que “pesquisa e inovação são fundamentais para o desenvolvimento de uma agricultura renovável e de baixa emissão de carbono”. 

 

De acordo com a ministra, na próxima década será necessário disponibilizar mais recursos visando a adoção de práticas inovadoras e acessíveis a todos, e não apenas a “alguns produtores subsidiados nos países ricos”. “Somente alinhando tecnologias sustentáveis a investimentos, faremos da agricultura um setor estratégico para uma recuperação verde”, disse. “O protecionismo, como todos sabemos, recompensa a ineficiência e é ruim para a sustentabilidade. Mas, agora, além do protecionismo, também enfrentamos o ‘precaucionismo’. Os reguladores estão cada vez mais impondo medidas limitantes na tentativa de proteger os consumidores antecipadamente contra todos os tipos de riscos possíveis. Isso não é racional”, disse Tereza Cristina.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix