Campo Grande Quarta-feira, 22 de Maio de 2024



Esporte Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008, 13:09 - A | A

Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008, 13h:09 - A | A

Timemania 2008 divide opiniões de dirigentes

Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

A Timemania, loteria que passou a funcionar em 2008, é uma questão que divide a opinião dos dirigentes de clubes pelo Brasil. Com o objetivo de ajudar a sanar as dívidas das agremiações brasileiras, ela é tida como um negócio que tem potencial para crescer no ano que vem, principalmente se a sua divulgação for realizada corretamente.

Túlio Macedo, vice-presidente do Grêmio, afirmou que a Timemania tem tudo para ser uma febre em 2009. No entanto, ressaltou que, para que isso ocorra, a Caixa, responsável pela loteria, deve mudar a maneira pela qual vem divulgando o produto.

“É preciso reavaliar o processo feito para o ano que vem. Os clubes precisam usar seus ídolos para chamar a torcida, e os presidentes também devem fazer isso. Um exemplo foi o uso do Pelé como garoto-propaganda. Ele é indiscutivelmente um ídolo brasileiro, mas acho que no Sul poderiam ter colocado outro ex-jogador, como o Falcão”, sugeriu Macedo.

Outro aspecto levantado por ele foi em relação ao tempo de carência, que atualmente é de 20 anos. “Hoje (o insucesso da loteria) não afeta o clube, mas, a partir de janeiro, a coisa pode se complicar para muita gente. Nós estamos com um valor fixo para pagar e acho que o governo poderia dar uma carência maior para isso”, disse o dirigente.

Não só o Grêmio está insatisfeito com os valores acumulados até o 37º concurso, realizado no mês de novembro deste ano. O Cruzeiro também critica a loteria. “A Timemania está abaixo das expectativas. Creio que tem de haver algumas mudanças, porque essa loteria realmente pode nos ajudar. É um pouco cedo para fazer uma avaliação mais completa. Porém, os times, a Caixa e a mídia precisam investir em uma ação mais forte de divulgação”, afirmou Eduardo Maluf, diretor de futebol do time mineiro.

Um dos poucos que está comemorando o arrecadado nos nove meses de funcionamento da Timemania é o Santos. Ao contrário da maioria das agremiações, os índices de arrecadação do time da Vila Belmiro estão crescendo em ritmo satisfatório, principalmente no mês passado.

“Estamos fazendo as nossas estratégias para atrair os torcedores que querem apostar no Santos. E conseguimos aumentar em 8% o nosso número de apostadores. Fazemos isso com placas nos estádios, banners e distribuindo ingressos em lotéricas”, contou Alex Fernandes, supervisor de marketing do Santos. (Fonte: Cidade do Futebol)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS