Campo Grande Quarta-feira, 29 de Maio de 2024


Cotidiano Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008, 09:36 - A | A

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008, 09h:36 - A | A

Moradores são despejados pela prefeitura em residencial da Emha

Jefferson Gonçalves - Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

Sete famílias foram despejadas pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, na manhã de ontem, no Conjunto Residencial Leon Denizart de Conte. Equipes da Cigcoe (Companhia Independente de gerenciamento de Crises e Operações Especiais) acompanharam a retirada das famílias.O residencial, localizado na Zona Leste de Campo Grande, foi implantado pela Empresa Municipal de Habitação (Emha). As famílias que estavam no local não haviam sido sorteadas para morar e estavam ilegalmente no local.

O mandado de reintegração de posse foi expedido pelo juiz Ricardo Galbiati, da 2ª Vara de Fazenda Pública de Campo Grande. Várias famílias criticaram a ação da prefeitura, já que na semana passada o prefeito Nelson Trad Filho, teria dito que as famílias só seriam retiradas do local, depois que tivessem outra moradia garantida pela Emha.

Caminhões da prefeitura ficaram encarregados de retirar os móveis das casas no residencial. Cabia às famílias informarem o local onde deveriam ser deixados, caso não tivessem um local determinado, a prefeitura fica como depositária, onde podteriormente, após conseguir um local, a família pode retirar os seus bens.

No início da desocupação chegou a ocorrer um tumulto, já que os moradores não concordavam com a retirada no conjunto.

Os moradores reclamam da demora dos novos sorteios das casas do residencial, já que as pessoas sorteadas não apareceram para ocupar os imóveis, deinado-os abandonados, com água encanada e luz elétrica.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS