Campo Grande 00:00:00 Sexta-feira, 19 de Julho de 2024


Marco Eusébio Terça-feira, 09 de Julho de 2024, 18:59 - A | A

Terça-feira, 09 de Julho de 2024, 18h:59 - A | A

Coluna Entrelinhas da Notícia

Deputados de MS vão à Justiça contra reajustes de pedágio na BR-163, a ‘rodovia da morte’

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

O presidente da Comissão de Acompanhamento do Processo de Relicitação ou Repactuação do Contrato de Concessão da BR-163/MS da Assembleia Legislativa (Alems), deputado Junior Mochi (MDB), anunciou na sessão de hoje que os membros do grupo vão entrar com ação civil pública na Justiça pedindo a suspensão de reajuste nas tarifas de pedágios cobradas pela CCR MSVia na BR-163 em Mato Grosso do Sul. A empresa ganhou a concessão em 2014 para investir por 30 anos nos 843 km entre Mundo Novo (no extremo sul do estado) até Sonora (na divisa com MT), mas até agora, dez anos depois, só duplicou cerca de 150 km. Integrante da comissão, o deputado Roberto Hashioka (União Brasil) lembrou que a BR-163 era conhecida como "rodovia da morte" e foi privatizada para que a duplicação melhorasse as condições e segurança de tráfego, mas nada de bom aconteceu. "Matava muito e continua matando sem a duplicação. É lamentável ocuparmos mais uma vez esse espaço para dizer que aconteceram acidentes. Só de sábado para domingo foram mais sete vítimas", desabafou. Além deles, integram a comissão os deputados Pedro Pedrossian Neto (PSD), Mara Caseiro e Caravina (ambos do PSDB).

  

LEIA A COLUNA DE HOJE CLICANDO AQUI EM MARCO EUSÉBIO IN BLOG

 
• • • • •

Nascido em Santo André (SP) e radicado em Campo Grande (MS) desde a adolescência, Marco Eusébio é um dos mais experientes jornalistas de Mato Grosso do Sul. Com um estilo refinado e marcante de escrever, ficou conhecido como autor de uma das mais lidas colunas divulgadas em sites de notícias do estado. Agora em formato “in blog” amplia a comunicação com seus leitores através deste Portal www.marcoeusebio.com.br ativado no dia 29/2/2009.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS