Campo Grande/MS, Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sexta-Feira, 14 de Agosto de 2020, 14h:53
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Após detectar covid em frango brasileiro, China diz não haver restrição a produto

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

ilustração Reprodução

ColunaMarcoEusébio

Associação ligada aos frigoríficos diz que traços do vírus teriam sido encontrados em embalagem

A Embaixada da China no Brasil informou na tarde de ontem que "por enquanto, não há novas restrições para a importação brasileira", após o novo coronavírus ter sido detectado em uma amostra de asas de frango importadas pela cidade chinesa de Shenzhen, conforme divulgou pela manhã o governo local. Pelo número do lote citado no comunicado do governo chinês, o produto foi identificado como sendo da Aurora Alimentos, de Santa Catarina, que divulgou nota afirmando não ter sido notificada oficialmente e frisando que "todas as medidas estabelecidas pelas autoridades públicas, relativas ao combate à pandemia, estão sendo integralmente seguidas e cumpridas" pela empresa. O Ministério da Agricultura brasileiro disse, também em nota, que "até o momento não foi notificado oficialmente pelas autoridades chinesas sobre a ocorrência" e que pediu informações à Administração Geral de Alfândega da China. A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que representa frigoríficos, informou que os traços de coronavírus encontrados em um lote de frango na China, estavam na embalagem do produto. "Ainda não está claro em que momento houve a eventual contaminação da embalagem, e se ocorreu durante o processo de transporte de exportação", diz a entidade. (Com G1 e Estadão)

 

 

LEIA A COLUNA DE HOJE CLICANDO AQUI EM MARCO EUSÉBIO IN BLOG

 

 



 


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix