Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 14 de Junho de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 14 de Fevereiro de 2021, 12h:55
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Francês: podcasts auxiliam no aprendizado da língua

Por Luisa Pereira

Da coluna Cultura
Artigo de responsabilidade do autor

Além de treinar a linguagem, podcasts podem informar sobre assuntos do momento

iStock

ColunaCultura

Os podcasts vieram para ficar. A produção desses programas em formato de áudio digital se prolifera e conquista cada vez mais novos adeptos no Brasil e mundo afora. Uma grande variedade deles está disponível como podcasts de política, economia, filosofia, investigativos e sobre quase qualquer coisa que se possa imaginar. O consumo não precisa ser somente para o entretenimento. Muita gente está usando essa oportunidade para estudar outras línguas, como o francês.


Há podcasts de todos os gostos para estudar francês e melhorar a compreensão, além do ouvinte se informar sobre os assuntos do momento. Para os iniciantes, o News in Slow French é ideal, já que apresenta um ritmo lento que facilita o entendimento de quem ouve. Também sobre notícias, o Dans La Presse, que é bem conciso, informa sobre o que está acontecendo no momento. Já o Grand Reportage apresenta reportagens mais elaboradas e requer um nível intermediário para acompanhar.


Géopolitique, Le Débat discute geopolítica com especialistas no assunto e também é indicado para quem tem um nível de intermediário a avançado. Um podcast científico é o Choses à Savoir Sciences, que discute questões ligadas a curiosidades ligadas à ciência, através de perguntas que dão um nó na cabeça de muitas pessoas.


Na onda dos podcasts estrelados por mulheres, tem o La Poudre, com conversas informais e convidadas diversas. Transfert - Slate é narrado em primeira pessoa e conta histórias cotidianas emocionantes e envolventes do mundo moderno. O Road Trip - Radio Neo é sobre música e cultura francófona de Canadá, Bélgica e Suíça para expandir os horizontes além da França.


Outro podcast descontraído é o 2 Heures de Perdues, em que dois amigos conversam sobre cinema de forma leve e informal. E, para os amantes de podcasts investigativos, o L’Heure du Crime é a pedida. Nele são apresentados antigos casos de polícia com investigações criminais que contam com depoimentos de testemunhas. Com esta série de podcasts, dá para não somente melhorar o francês, mas também se informar sobre os assuntos do momento.


Como a maioria das pessoas já sabe muitas palavras em francês até mesmo sem se dar conta, a técnica de estudar por áudio pode acelerar o aprendizado, especialmente porque ambas têm o latim como língua mãe e, assim, o falante de português tem uma vantagem em aprender o francês em comparação a pessoas que não falam línguas românicas. A proximidade das línguas é tamanha que há, inclusive, termos em francês comuns no Brasil, por meio do “abrasileiramento” de palavras, como soutien (sutiã), garçon (garçom), filet (filé), bâton (batom) ou bijouterie (bijuteria).

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix