Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 14h:49
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Guia de carreira: saiba como se tornar um designer de joias

Por Débora Ramos

Da coluna Educação e Carreira
Artigo de responsabilidade do autor

Profissional participa de toda a cadeia produtiva e precisa estar conectado com as principais tendências de mercado

Divulgação

ColunaEducaçãoECarreira

Profissional participa de toda a cadeia produtiva e precisa estar conectado com as principais tendências de mercado

Brincos, colares, anéis, correntes, pulseiras, pedras preciosas... Todos esses itens carregam, desde a antiguidade, significados variados, como poder, elegância e luxo, além de compor a personalidade de uma pessoa e demonstrar os gostos que possui. O trabalho para produzir esses acessórios e fazê-los chegar na joalheria é árduo e envolve desde ourives (com o trabalho manual) até o designer de joias.
           
Para quem deseja atuar nessa área, é preciso ter muita criatividade e sensibilidade. O designer de joias precisa estar a par de todas as etapas da cadeia de produção -- desde o planejamento dos acessórios até a criação e execução do projeto. Ele pode atender clientes específicos e estabelecimentos comerciais, mas também pode montar o próprio ateliê.
           
O designer de joias precisa estar informado sobre as tendências de mercado para elaborar um projeto que atenda às necessidades do público-alvo, respeitando aspectos éticos e culturais. Por este motivo é que o profissional precisa dominar diferentes etapas do processo, a fim de conseguir projetar de que forma esse produto chegará às pessoas.
           
Há variados tipos de cursos de designer de joias -- desde graduação e pós-graduação até cursos livres. Algumas das instituições que oferecem essas modalidades são Belas Artes, Escola São Paulo e IED (Istituto Europeo di Design).
           
Os cursos abrangem um amplo leque de assuntos. O profissional é preparado para atuar em toda a etapa de produção de joias -- desde a elaboração dos acessórios até a comercialização dos produtos. Os estudantes também possuem aulas sobre aspectos mais mercadológicos e estratégicos, como gestão, marketing e metodologias de pesquisa.
           
O profissional pode trabalhar tanto para empresas do mercado de moda e joias como ser um freelancer especializado. Caso trabalhe por conta própria, terá que ter noções de como abrir um negócio, fazer um planejamento estratégico, definir o público-alvo, além de decidir quais joias pretende criar e comprar os equipamentos necessários para a produção desses acessórios. Nesta etapa, também é importante preparar um currículo e um portfólio, além de se oferecer para fazer um projeto para alguém ou alguma empresa a fim de ganhar experiência e começar a criar um nome no mercado.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix