Segunda-feira, 27 de Maio de 2024


Nacional Segunda-feira, 08 de Dezembro de 2008, 07:20 - A | A

Segunda-feira, 08 de Dezembro de 2008, 07h:20 - A | A

Sem dinheiro para pagar corrida, passageiro mata taxista

Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

O taxista Joaquim Ferreira de Souza, de 60 anos, levou dois tiros no peito ao chegar na rodoviária do Plano Piloto, na região central de Brasília, com o seu último passageiro, um rapaz de 19 anos. O crime aconteceu por volta das 6h30 deste domingo (7).

O jovem contou à polícia que veio de Maceió em busca de emprego. Ele desceu na rodoferroviária e andou até o Cruzeiro, próximo a Brasília. Ele afirmou que tinha apenas R$ 2 reais e o revólver- que teria recebido como pagamento de uma dívida. Mesmo sem dinheiro, ele pegou o táxi até a rodoviária do Plano Piloto, onde pegaria um ônibus para a casa de uma tia, no Gama, cidade próxima a Brasília.

Só na rodoviária o rapaz disse que não tinha como pagar a corrida. Segundo a polícia, ele teria mostrado a arma para ameaçar o taxista, que reagiu. Na briga, o jovem disparou três tiros: um no chão, e dois que acertaram o motorista.  O passageiro saiu correndo pela Esplanada dos Ministérios, mas foi seguido por um carro da polícia até ser preso perto do Ministério da Defesa.

Na delegacia, ele falou que pretendia vender a arma para se manter até arrumar um emprego. Segundo o delegado Marcos Antônio de Almeida, o rapaz não tinha antecedentes criminais. O delegado informou ainda que os R$ 500 que estavam no táxi não foram levados.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS