Segunda-feira, 20 de Maio de 2024



Internacional Sábado, 06 de Dezembro de 2008, 08:26 - A | A

Sábado, 06 de Dezembro de 2008, 08h:26 - A | A

Tribunal condena O.J. Simpson a 15 anos de prisão

Da Redação (JG)

O ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson, de 61 anos, foi condenado nesta sexta-feira (5) a pelo menos 15 anos de prisão por seqüestro.

Pouco antes de ouvir a sentença, ele pediu desculpas perante o tribunal de Las Vegas, Nevada. Ele repetiu que "sentia muito" e disse que "nunca quis prejudicar ninguém" no caso.

Simpson foi condenado por una acusação em um caso de assalto a mão armada em um quarto de um hotel-cassino em Las Vegas ocorrido no ano passado. Havia 12 acusações contra ele.


Mais cedo, o juiz havia negado uma moção de defesa feito pelos advogados do ex-jogador.

A pena foi anunciada por um juiz do condado de Clark dois meses depois que o ex-jogador de futebol americano de 61 anos foi considerado culpado pelo júri popular por acusações.

Simpson estava sob custódia desde a condenação, no dia 3 de outubro, exatamente 13 anos depois de sua polêmica absolvição de 1995, no caso dos assassinatos de sua ex-mulher, Nicole Brown Simpson, e seu amigo, Ron Goldman.

O ex-jogador de futebol americano e ator, vestido em um uniforme de prisão azul, pareceu triste e cansado durante o anúncio da sentença. Minutos atrás, ele havia pedido leniência, dizendo querer apenas recuperar posses que acreditava terem sido tiradas dele de maneira errada.

Não ficou imediatamente claro quantos anos o ex-atleta realmente cumprirá na prisão antes que possa ser considerado elegível para a liberdade condicional, ou se os outros termos impostos pelo juiz por outras ofensas seriam acrescentados à pena de 15 anos aplicada por sequestro. (Folha On Line)

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS