Segunda-feira, 27 de Maio de 2024


Esporte Sexta-feira, 07 de Novembro de 2008, 18:03 - A | A

Sexta-feira, 07 de Novembro de 2008, 18h:03 - A | A

Atleta de MS tem medalha olímpica furtada na Inglaterra

Da Redação (JG)

O douradense Lucas, do Liverpool, teve uma surpresa desagradável ao voltar para sua casa após o empate contra o Atlético de Madri, na última terça-feira (4), pela Liga dos Campeões. Nada mais nada menos do que a medalha de bronze conquistada por ele com a seleção olímpica foi furtada de sua residência no bairro de Merseyside. Além disso, camisas da seleção brasileira, do Liverpool, objetos pessoais e coleções de futebol que o volante possuía também foram levados pelos ladrões. A polícia local está investigando o caso.

E parece que a cidade de Liverpool não é uma das mais seguras da Inglaterra. Lucas é o oitavo jogador dos Reds a ser furtado nos últimos 18 meses. Além dele, Dirk Kuyt, Steven Gerrard, Pepe Reina, Daniel Agger, Peter Crouch, Jerzy Dudek (atualmente no Real Madrid) e Robbie Keane foram roubados.

Chateado

O volante Lucas ficou abatido com o furto. O jogador reside no bairro de Merseyside e não havia nenhuma pessoa em casa no momento do roubo. Ele lamentou muito o fato, mas ressaltou que ficou mais aborrecido com o roubo de sua medalha de bronze conquistada com a seleção brasileira nas Olimpíadas de Pequim e também das camisas do Liverpool que estava guardando para colocar em quadros nas paredes de sua casa. Lucas pensa em entrar em contato com a CBF para saber se existe alguma possibilidade de receber outra medalha.

"Graças a Deus, ninguém estava em casa e a polícia inglesa já está cuidando do caso. Fiquei muito chateado com tudo isso, principalmente porque não imaginava que isso aconteceria comigo na Inglaterra. Todo mundo fala da violência do Brasil, mas isso nunca me aconteceu no meu país. De tudo o que os ladrões levaram da minha casa, o que mais me entristeceu foi a medalha de bronze que ganhei nas Olimpíadas de Pequim e as camisas que usei em jogos importantes pelo Liverpool, como a minha estréia e meu primeiro gol. As coisas materiais que eles levaram, eu posso trabalhar e comprar de novo. Mas as coisas sentimentais não poderei recuperar mais", diz Lucas. (Com informações do Globo Esporte.com)
 

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS