Campo Grande/MS, Terça-Feira, 16 de Julho de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 16 de Junho de 2019, 12h:38
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Veja dicas para proteger seus dados pessoais na internet

Por Gustavo Torniero

Da coluna Tecnologia
Artigo de responsabilidade do autor

Informações podem ser utilizadas sem aviso prévio por empresas ou por criminosos

Divulgação

ColunaTecnologia

É comum associar o vazamento de dados pessoais com ação de criminosos com interesses financeiros. No entanto, toda a informação disponível sobre uma determinada pessoa na internet pode ser utilizada para diversos fins, entre eles a venda indiscriminada  de dados entre corporações sem o consentimento do usuário, como aconteceu com o escândalo da Cambridge Analytica e o Facebook durante as eleições presidenciais americanas.

Em outros casos, as conversas podem se tornar públicas por alguma falha de segurança, como aconteceu com os integrantes da força-tarefa Lava jato. Portanto, é primordial se preocupar com os dados e as informações publicadas na internet, além de tomar medidas para diminuir a probabilidade de que isso aconteça.

Primeiro, sempre é importante ter uma senha segura e diferente para cada serviço utilizado na internet. Essa é a regra mais básica dada por especialistas em segurança. A dica, neste tópico, é utilizar um programa de gerenciamento de senhas. Com tantos serviços disponíveis de forma virtual, é difícil se recordar dos dados de login  de cada um deles.

Esses aplicativos, como o 1password, estão disponíveis para smartphone e guardam todas as suas senhas em um cofre virtual, aberto apenas com uma “chave mestra”, ou seja, um código criado por você para ter acesso a essas informações. Dessa forma, você só precisará decorar apenas uma senha.

Uma próxima etapa é verificar se as redes sociais e os aplicativos de mensagem que você utiliza tem o método de autenticação em dois passos. Quando esse recurso é habilitado, o serviço mandará um código para seu celular para confirmar a autenticidade daquela comunicação. Esse item de segurança é muito útil para evitar que pessoas mal intencionadas acessem seus dados pessoais, arquivos e mensagens em um dispositivo que não seja o seu.

Para diminuir a chance de receber um arquivo malicioso, também cabe verificar as conexões bluetooth e os serviços de compartilhamento de arquivos, como o airdrop, para se certificar de que todas as pessoas que podem te enviar algum arquivo são pessoas confiáveis e conhecidas. Outro ponto muito importante para preservar seus dados é verificar o que cada aplicativo pode acessar, como localização atual e lista de contatos. É fundamental analisar se esses aplicativos realmente usam esses dados e para qual finalidade.

Na internet, seja em dispositivos móveis ou no computador, outra dica para evitar anúncios direcionados de acordo com sua navegação e com os seus hábitos de consumo é utilizar programas para bloquear esse tipo de comunicação. Muitos sites se aproveitam de forma inapropriada disso para vender produtos e até mesmo seus dados de navegação para outras empresas. A navegação anônima dos navegadores, embora não esconda o que você faz na internet, pode driblar alguns sites que se utilizam dos cookies (dados de sites baixados pelo computador), para ofertar preços diferentes dependendo de cada pessoa.


Por fim, se quiser ser ainda mais radical, use browsers que não rastreiem sua navegação e que passem seus dados por máquinas virtuais privadas (ou VPNs, como são chamados no jargão técnico). Essas dicas podem te ajudar a ter mais controle sobre os dados, embora a privacidade completa não esteja totalmente garantida.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix