Campo Grande 00:00:00 Quinta-feira, 25 de Julho de 2024


Judiciário Terça-feira, 18 de Junho de 2024, 08:44 - A | A

Terça-feira, 18 de Junho de 2024, 08h:44 - A | A

Habeas Corpus

Após ficar preso por 23 dias, justiça marca julgamento de Claudinho Serra

Vereador foi preso no dia 3 de abril deste ano

Elaine Oliveira
Capital News

Após ficar 23 dias presos em abril passado e receber liberdade mediante uso de tornozeleira eletrônica e outras medidas cautelares, a justiça marcou o julgamento do habeas corpus do vereador de Campo Grande Claudinho Serra (PSDB) para o dia 25 de junho.

Serra, que é vereador licenciado em Campo Grande, foi preso no dia 3 de abril deste ano. Claudinho deixou a cadeia com tornozeleira, mas terá que comparecer mensalmente em juízo para comprovar o endereço atual e suas atividades; não poderá frequentar bares ou restaurantes e nem locais de aglomeração de pessoas, nem ingerir bebida alcoólica. Também não poderá se aproximar das testemunhas e precisará comparecer a todos os atos processuais dos quais for intimado.

Claudinho é acusado de chefiar a suposta organização criminosa. A servidora Ana Cláudia Flores, uma das oito presas pelo Gaeco na terceira etapa da operação, aceitou um acordo para delação com esclarecimentos solicitados e indicando outras pessoas que também estariam envolvidas no esquema.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS