Campo Grande/MS, Domingo, 25 de Agosto de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Terça-Feira, 26 de Julho de 2016, 08h:02
Tamanho do texto A - A+

Operação Falsário é deflagrada pela Polícia Federal em Ponta Porã

A operação foi batizada de "Falsário", em referência a ação praticada pelo grupo na obtenção de documentos públicos

Edyelk dos Santos
Capital News

A Operação Falsário no estado de Mato Grosso do Sul foi deflagrada na manhã desta terça-feira (26) pela Polícia Federal, através da Delegacia de polícia federal de Ponta Porã. A ação tem como objetivo desarticular organizações criminosas que praticam diversas fraudes, como falsificação de documentos públicos utilizados para trazerem estrangeiros para o Brasil.

Divulgação/Polícia Federal

Operação Falsário é deflagrada pela Polícia Federal em Ponta Porã

As apreensões serão encaminhadas para a Superintendência da Polícia Federal

Ao todo são cinco mandados de busca e apreensão nos municípios de Campo Grande e São Gabriel do Oeste realizado por cerca de vinte policiais. Os pedidos foram expedidos pela Justiça Federal de Ponta Porã.

Uma pessoa que já havia sido beneficiada com falsificação de documentos (certidão de nascimento, RG, CPF e certificado de dispensa de incorporação) foi até a delegacia para a retirada de um passaporte, porém a mesma foi presa em flagrante pelo crime de falsificação de documentos, o que facilitou para a descoberta do esquema criminoso.

A ação dos criminosos atuava juntamente com o Serviço Notarial e de Registro Civil do Distrito de Areado responsável por inserir dados falsos nos sistemas de informações para gerar certidões de nascimento ideologicamente falsas.

Mesmo esses dados não existindo no livro cartório eles possuíam credibilidade perante outros órgãos públicos, já que eram emitidos por setores autorizados e de fé pública. A operação foi batizada de "Falsário", em referência a ação praticada pelo grupo na obtenção de documentos públicos.

As apreensões serão encaminhadas para a Superintendência da Polícia Federal de Campo Grande.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix