Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 16 de Abril de 2021, 12h:11
Tamanho do texto A - A+

Dracco investiga pouso forçado de helicóptero na Fronteira

Com a chegada da polícia piloto descartou o GPS e formatou o celular

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/PCMS

Dracco investiga pouso forçado de helicóptero na Fronteira

Caso aconteceu nesta quinta-feira

Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO) investiga o pouso forçado do helicóptero Robinson R66, prefixo PR HMR, nesta quinta-feira (15). Caso aconteceu no Assentamento Itamarati, área rural de Ponta Porã.  A diligência contou com o apoio da equipe do 1ª Delegacia de Polícia de Ponta Porã, para  a preservação do local até a chegada da Unidade Especializada.

As evidências encontradas na aeronave (para-brisa e faróis quebrados, posição do pouso) com as incoerentes, inconsistentes e evasivas versões apresentadas pelo piloto, levou à classificação do sinistro como de natureza criminosa. Conforme a Polícia Civil, ciente de sua responsabilidade criminal, o piloto se encarregou de descartar o GPS do helicóptero e de formatar o smartphone usado para falar com os "patrões" como um ato de desespero na busca por escapar do conhecimento da Especializada.

Todavia, essas manobras não impediram a equipe de atribuir à performance implementada pela aeronave, características das narco operações, ou seja, voos baixos para evitar o controle aéreo, ausência de plano de voo, diário de bordo, dentre outros elementos. "Estava tão próximo do solo que o helicóptero atingiu a rede de alta tensão", pontuou a diretora do departamento,  Delegada Ana Claudia Medina.

Helicóptero foi apreendido e encaminhado, mediante suporte logístico da Delegacia Regional de Dourados, para o hangar do DRACCO em Campo Grande, onde será submetido a novos exames periciais.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix