CapitalNews

Terça-Feira, 26 de Abril de 2022, 11h:53

Prefeitura promove Dia D de vacinação contra Covid, Influenza e Sarampo

Todas UBS estarão abertas no sábado com doses de imunizantes sem necessidade de agendamento

Rogério Vidmantas
Capital News

Rodson Lima/SES

MS recebe 88 mil doses de vacina contra a influenza

Doses de vacina contra a influenza estão disponíveis para profissionais da saúde e pessoas com mais de 60 anos

Próximo sábado (30) será dia para atualizar a carteira de vacinação em Dourados. O Núcleo de Imunização da Prefeitura vai realizar campanha para vacinar contra covid-19, influenza e sarampo, com todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) abertas das 8h às 17h. Não haverá necessidade de agendamento.

 

A campanha unificada neste dia servirá para atualizar a caderneta de vacinação de crianças, adolescentes e adultos com doses da Covid-19, além do público-alvo da Influenza e sarampo. “Nosso objetivo é ampliar o acesso as vacinas e estimular a população, principalmente aquelas com doses em atraso e o público-alvo da vacina da gripe deste ano”, explicou o secretário adjunto de Saúde, Edvan Marcelo Morais Marques.

 

Vacinas

 

A vacinação contra o sarampo está na primeira etapa que vai até 30 de abril e o público-alvo é formado pelos trabalhadores da saúde e crianças entre 6 meses e 5 anos. Já Influenza estará disponível para trabalhadores da saúde, pessoas com 60 anos ou mais e crianças entre 6 meses e 5 anos.

 

Para Covid serão disponibilizadas todas as doses, para todos os públicos, a partir de 5 anos completos, mas pessoas infectadas pelo coronavírus devem esperar 30 dias após o fim dos sintomas para tomar qualquer uma das vacinas. O calendário abaixo deve ser seguido:

 

Segunda dose

Coronavac: 28 dias após a primeira dose

Pfizer: oito semanas após a primeira dose

AstraZeneca: 12 semanas após a primeira dose

 

Dose de reforço

Janssen: dois meses após a primeira dose (lembrando que para quem tomou Janssen a segunda dose corresponde a dose reforço)

Coronavac: quatro meses após a segunda dose

Pfizer: quatro meses após a segunda dose

AstraZeneca: quatro meses após a segunda dose

 

Imunocomprometidos

Coronavac, Pfizer e AstraZeneca: dose adicional 28 dias após a segunda dose e reforço após 4 meses da terceira dose

Janssen: segunda dose dois meses após a primeira dose e reforço quatro meses após a segunda dose.

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br