CapitalNews

Quarta-Feira, 19 de Janeiro de 2022, 15h:33

Mato Grosso do Sul registrou aumento de casos de covid-19 em 2022

“Não está previsto até o momento, nenhum tipo de medida restritiva”, diz Eduardo Riedel

Elaine Silva
Capital News

Edemir Rodrigues/Portal MS

Exames positivos de covid-19 aumentam em MS

Exames de covid-19

Mato Grosso do Sul registrou o aumento de casos de covid-19. Conforme o boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES), nesta quarta-feira (19), o Estado tem 12.771 casos ativos e 1.709 novas infecções. A média móvel indica 1.131 confirmações diárias na última semana. 

 

“Outra discussão que estamos tendo muito e somos muito cobrados por isso em termos de uma posição é se vai haver algum tipo de medida restritiva, e reafirmo aqui: não está previsto até o momento, nenhum tipo de medida restritiva. Nós temos mantido nossa capacidade de atendimento à saúde, sempre foi a maior preocupação durante a pandemia, que pessoas tivessem acesso a uma condição caso necessário fosse. Nós vamos continuar monitorando e conversando com a sociedade”, esclareceu o presidente do Comitê Gestor do Prosseguir, o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, durante live.

 

Os casos novos foram confirmados em sua maioria nos municípios do interior do Estado: Aparecida do Taboado (182), Corumbá (140), Dourados (116), Maracaju (115) e Nova Andradina (94).  De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), dos mais de 12 mil casos ativos no Estado atualmente, 204 são pacientes internados em leitos clínicos (144) e de UTI (60). No comparativo com o primeiro boletim do ano, que contava com 46 internações, o aumento é de 343%. A taxa de ocupação global de leitos SUS UTI por macrorregião está em 82% em Corumbá, 67% em Dourados, 60% em Campo Grande e 55% em Três Lagoas. 

 

Nas ultimas 24 horas foram registrados 4 novos óbitos pela doença no Estado, sendo pacientes que residiam em Campo Grande, Corumbá, Coxim e Dourados. A média de mortes na última semana subiu de 1,1 do primeiro boletim do ano para 3,1. O total de óbitos desde o início da pandemia é de 9.768. 

Reprodução/Redes Sociais

Eduardo Riedel e Christinne Maymonne

 

 

“Mato Grosso do Sul tem 91,7% da nossa população acima de 18 anos completamente vacinada, isso faz toda diferença para que a gente não tenha nesse novo momento dessa onda da Omicron, uma ocupação de uma maneira tão agressiva  nos nossos leitos hospitalares, mas que está crescendo dada a dimensão desse contágio que esta existindo. Estamos atentos a esse movimento. E é importante que o aumento de testagem que estamos fazendo dê tranquilidade à população até para que ela tenha esse autocuidado. Essa consciência e a responsabilidade”, declarou Riedel.

 

A secretária adjunta da SES, Christinne Maymonne enfatizou o aumento da taxa de positividade no Laboratório Central do Estado. “A transmissão é muito rápida e dos testes que fazemos, aquele swab que é feito no Lacen, nós saímos do dia 2 de janeiro de taxa de positividade 10 para 50,1. Então o vírus está circulando bastante. Por isso esse alerta está mais expressivo em relação aos cuidados que você deve ter com você e as pessoas que você ama”, alertou.

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br