CapitalNews

Domingo, 21 de Fevereiro de 2021, 13h:15

Sua vida tem um propĆ³sito Divino

Por Wilson Aquino*

Artigo de responsabilidade do autor
Envie seu artigo para opiniao@capitalnews.com.br

Todo indivíduo que realmente acredita em Deus e que respeita isso, procurando viver de acordo com Seus mandamentos e ensinamentos, vive muito melhor que qualquer outro. Esse simples conhecimento, seguido de um profundo desejo de obediência a Ele, pode proporcionar verdadeiros milagres na vida de qualquer um. O problema é que nem todos agem dessa maneira, da qual se propuseram a seguir há muito tempo, muito antes da criação da Terra.

Divulgação

Wilson Aquino - Artigo

Wilson Aquino

 

Para esclarecer e confirmar essas duas afirmações de que vivíamos com Ele antes da formação da Terra e que escolhemos fazer parte desse Plano para nosso crescimento (moral e espiritual) e consequentemente da nossa salvação, devemos recorrer às Escrituras Sagradas, que têm respostas para absolutamente todas as questões pessoal, profissional, familiar, espiritual... que o indivíduo desejar saber.

Quanto à primeira afirmação, de que vivíamos com Ele antes de viramos à Terra, apesar de muitas igrejas não creem nisso, o próprio Senhor a confirma. Acompanhe Sua conversa com Jó: “Onde estavas tu, quando eu fundava a Terra? Faze-mo saber, se tens entendimento.

Quem lhe pôs as medidas, se tu o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel? Sobre o que estão fundadas as suas bases? Ou quem assentou a sua pedra de esquina; Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam?”(Jó 38: 1-7). Alguma dúvida depois desta informação dada pelo próprio Senhor?

A outra questão é a de que aceitamos os mandamentos e ensinamentos do Senhor, para segui-los na Terra. Somos privilegiados por estarmos aqui, pois somos filhos especiais Dele.

O Plano de Deus era que viéssemos à Terra, ganhando um corpo mortal, passando por um véu de esquecimento de como e onde vivíamos no mundo espiritual. De acordo com esse plano, enquanto estivéssemos longe (Dele), todos nós cometeríamos pecados e alguns se perderiam. O Pai Celestial conhecia e amava cada um de nós e sabia que precisaríamos de ajuda; assim, planejou um meio de auxiliar-nos.

Precisaríamos de um salvador para pagar pelos nossos pecados e para nos ensinar como voltar ao Pai. Jesus Cristo estava disposto a vir  e dar a vida por nós,  tomando sobre si os nossos pecados. Ele, como o Pai Celestial, desejava que decidíssemos se obedeceríamos aos mandamentos. Sabia que era necessário que fôssemos livres para provar que mereceríamos a exaltação.

Satanás, que se chamava Lúcifer, também se apresentou e disse que redimiria a humanidade toda, de modo que nenhuma alma se perderia, não nos permitindo escolher. Tiraria a nossa liberdade de escolha que nos fora dada pelo Pai.

E mais: desejava ter toda honra por nossa salvação. No final, como sabemos, Jesus Cristo foi escolhido e preordenado para ser nosso Salvador. Satanás ficou irado e rebelou-se. Houve uma batalha no céu. Satanás e seus seguidores lutaram contra Jesus Cristo e seus seguidores, que “venceram pelo sangue do cordeiro e pela palavra do seu testemunho” (Apocalipse 12:11).

E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente, chamada o diabo e satanás, que engana todo o mundo; ele foi lançado na Terra e os seus anjos foram lançados com ele” (Apocalipse 12:9).

Observe que depois de perder lugar no Reino de Deus, Satanás foi deixado aqui na Terra junto com seus demônios para tentar infernizar a vida do homem e desviá-lo do caminho de volta ao Senhor. Ele quer que todos os homens e mulheres de toda a Terra, de todos os tempos, sejam fracassados como ele.

No entanto, o Plano de Deus para nós, que já tivemos a honra de aprovar esse projeto e fazermos parte dele para enfrentarmos todas as adversidades e tentações da vida, é lutarmos com todas as forças, alicerçadas Nele, para sermos salvos agora e para sempre.

Portanto, o Senhor tem sim um propósito Divino para você e a cada um de nós, seus filhos, que já estiveram, estão e estarão aqui na Terra. Tudo o que precisamos fazer para descobrirmos qual é esse propósito é nos voltarmos a Ele em ação e oração.

 

 

*Wilson Aquino
Jornalista e Professor

 

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br