CapitalNews

Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021, 10h:55

Onça pintada resgatada no Pantanal voltar ao seu habitat

Animal foi salvo em novembro com queimaduras devido ao incêndio na região

Elaine Silva
Capital News

Divulgação

Onça pintada resgatada no Pantanal voltar ao seu habitat

Onça retorna ao Pantanal com o dobro do peso

Onça pintada capturada na região da Serra do Amolar, em novembro do ano passado, e encaminhada para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) para curar as queimaduras sofridas no incêndio que atingiu o Pantanal, retornar ao seu habitat nesta quinta-feira (21). O  macho, com aproximadamente dois anos, será solto na mesma região em que foi encontrado.

Na tarde desta quarta-feira (20) o animal foi sedado e recolhidas amostras de sangue para exames. A pesagem mostrou uma recuperação excelente, na avaliação do responsável técnico do CRAS, veterinário Lucas Cazati. “Está com 87 quilos, praticamente dobrou o peso desde que chegou aqui”, conta.

A volta à Serra do Amolar acontecerá em um avião da FAB (Força Aérea Brasileira). Conforme a assessoria, a onça volta um acessório importante: um colar para monitoramento via satélite que vai permitir acompanhar seu deslocamento e saber se ela segue um padrão de atividade considerado normal para a espécie. O colar foi implantado pelo pesquisador da UFMS, Gediendson Ribeiro de Araújo, especialista no assunto, e será monitorado por pesquisadores do Cenap (Centro Nacional de Pesquisas e Conservação de Mamíferos Carnívoros) e do IHP (Instituto do Homem Pantaneiro).

Parceiro
A onça chegou ao CRAS no dia 4 de novembro, acompanhada por outro animal da mesma espécie e idade, porém a outra não resistiu e morreu horas depois de chegar. No exame de necropsia foi encontrado um projétil de arma de fogo alojado próximo aos pulmões, o que pode ter contribuído para o óbito. O animal também estava com os pulmões bastante comprometidos pela fumaça, com queimaduras nas patas e debilidade.


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br