CapitalNews

Sábado, 04 de Julho de 2020, 17h:25

Após 43 anos de Globo, campo-grandense comenta Fórmula 1 em canal no YouTube

Reginaldo Leme foi parceiro de Galvão Bueno em mais de 500 Grandes Prêmios

Rogério Vidmantas
Capital News

Motorsport.com

Reginaldo Leme

Reginaldo Leme cobriu Fórmula 1 pela Globo por 43 anos

A temporada 2020 da Fórmula 1 começa neste domingo (5), com o GP da Áustria no circuito de Spielberg, local das duas primeiras provas, a segunda uma semana depois. No Brasil, as transmissões mais uma vez ficam a cargo da TV Globo, mas, agora sem os comentários do campo-grandense Reginaldo Leme. O jornalista deixou a emissora onde cobriu diversos eventos, mas principalmente automobilismo, por 43 anos e mais de 500 Grandes Prêmios.

 

Mas se não estará nas transmissões ao vivo da Globo, não estará longe da Fórmula 1. Pela plataforma YouTube, Reginaldo Leme criou o canal AutoMotor, onde, além dos comentários sobre as corridas, mostrará notícias, análises, informação e algo que ele conhece muito e agrada os fãs de velocidade: os bastidores. “A partir de agora verá aqui [no canal] grandes histórias do automobilismo, muita informação, entrevistas e curiosidades”, disse no vídeo de apresentação do canal.

 

No primeiro vídeo, Reginaldo comenta o início da temporada com as duas corridas na Áustria e pode ser conferido abaixo.

 

História

 

Reginaldo nasceu em Campo Grande, em 1945, mas foi criado na cidade de Araçatuba, em São Paulo. Mudou-se para Rancharia, interior de São Paulo, durante a adolescência, mas logo se instalou na capital paulista, onde se formou em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero, em 1967.

 

Sua carreira começou no jornal O Estado de S. Paulo em 1968, na época, trabalhando como setorista do Palmeiras. Chegou em 1977 a TV Globo participando da transmissão ao vivo no fim de semana. Além do automobilismo, participou de três Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

 

Na Fórmula 1, fez dupla com Luciano do Valle, algumas vezes, também com Oliveira Andrade, Luís Alfredo, Cléber Machado, Sérgio Maurício e Luís Roberto. Seu parceiro notório nas transmissões foi Galvão Bueno. Comentou também as transmissões da Stock Car Brasil ao lado de Sérgio Maurício.

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br