CapitalNews

Quinta-Feira, 05 de Março de 2020, 09h:26

Ronaldinho Gaúcho é preso com passaporte falso

Ex-jogador de futebol culpou o empresário pelo crime

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/ABC Color

Ronaldinho Gaúcho é preso com passaporte falso

Ronaldinho e seu irmão prestam depoimento nesta quinta-feira

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Assis Moreira, são investigados por suspeita 

de uso de passaporte e documentos de identificação paraguaios falsos. Eles ficaram sob custódia no hotel onde estavam hospedados em Assunção, no Paraguai, na noite desta quarta-feira (4) e serão ouvidos nesta quinta-feira (05). Ronaldinho acabou culpando o empresário, Wilmondes Souza Lira.

Divulgação/ABC Color

Ronaldinho Gaúcho é preso com passaporte falso

Empresário foi detido pela polícia paraguaia

 

Gaúcho relatou que estava na cidade paraguaia para compromissos comerciais. Ele e o irmão passaram a noite sob custódia da polícia no Hotel Resort Yacht y Golf Club Paraguayo. O empresário suspeito de ter fornecido os documentos irregulares, foi detido e passou a noite na sede de Investigação de Delitos da Polícia Nacional. 

 

Segundo o comunicado oficial, a polícia paraguaia adentrou na suíte em que Ronaldinho estava hospedado com seu irmão Assis e encontrou no local dois passaportes paraguaios falsificados, que permitiram suas entradas no país, já que o passaporte brasileiro do ex-jogador foi confiscado pela justiça brasileira no fim de 2018 por uma multa ambiental. Segundo o site ABC Color  a Justiça paraguaia também investiga suposta cumplicidade dos agentes migratórios por permitirem a entrada no país do brasileiro apesar da irregularidade na documentação, pois para entrar no Paraguai não é necessários apresentar passaporte entre os países do Mercosul, sendo que o documento de identidade interno de cada país é suficiente para que os cidadãos circulam entre esses países. 

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br