Campo Grande/MS, Domingo, 08 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quarta-Feira, 17 de Julho de 2019, 08h:05
Tamanho do texto A - A+

Sem vantagem, Flamengo e Athletico jogam por lugar na semifinal da Copa do Brasil

Em Salvador, Bahia e Grêmio se enfrentam nas mesmas condições

Rogério Vidmantas
Capital News

 

Alexandre Vidal/CR Flamengo

Flamengo Treino

Técnico Jorge Jesus deve manter formação que encantou torcedores no domingo

A segunda parte do duelo de rubro-negros por lugar na semifinal da Copa do Brasil acontece nesta quarta-feira (17), no Rio de Janeiro. Flamengo e Athletico-PR jogam no Maracanã, às 20h30 (MS) em situação de igualdade depois do empate em 1 a 1 na partida de ida. Agora, o vencedor avança e um novo empate, por qualquer placar, leva a disputa para os pênaltis. Quem se classificar joga a semi contra o melhor da disputa entre Bahia-BA e Grêmio, que jogam em Salvador.

 

O árbitro do confronto entre Flamengo e Athletico será Wilton Pereira Sampaio, de Goiás, com Alessandro Álvaro Rocha de Matos, da Bahia, e Fabrício Vilarinho da Silva de Goiás, nas laterais. Igor Junio Benevenuto de Oliveira, de Minas Gerais, é o responsável pelo VAR.

 

O confronto coloca frente a frente clubes que retornaram bem ao Campeonato Brasileiro após a parada da Copa América. O Furacão recebeu o Internacional em Curitiba e venceu por 1 a 0, após duas derrotas seguidas antes da pausa. O técnico Tiago Nunes aposta ainda no bom retrospectivo do time sob seu comando no Maracanã, com duas vitórias e uma derrota.

 

O Flamengo foi ainda mais marcante no fim de semana. Fez 6 a 1 no Goiás, na maior goleada do Brasileirão até agora, para mais de 60 mil torcedores. O resultado encheu de confiança a torcida, mas o técnico Jorge Jesus mantém mistério sobre a formação, mas repetir o time mais ofensivo que impressionou no domingo é o mais aguardado pelo torcedor.

 

Salvador

 

A situação é a mesma na outra partida da chave entre Bahia-BA e Grêmio, que jogam na Arena Fonte Nova, às 18h15 (MS). Na ida também ficaram no 1 a 1, o que leva o vencedor à próxima fase e a possibilidade de pênaltis em caso de nova igualdade. Braulio da Silva Machado, de Santa Catarina, auxiliado por Kleber Lúcio Gil, também catarinense, e Bruno Raphael Pires, de Goiás. O VAR é responsabilidade de Bruno Arleu de Araújo, do Rio de Janeiro. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix