Campo Grande/MS, Terça-Feira, 28 de Junho de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Educação
Terça-Feira, 15 de Março de 2022, 09h:25
Tamanho do texto A - A+

Alan Guedes garante piso nacional aos professores e valorização da Educação

Primeira proposta, porém, foi recusada pela categoria que decide manter paralisação

Rogério Vidmantas
Capital News

Assecom

Alan Guedes Professores

Primeiro encontro entre prefeito e professores terminou com proposta recusada

Os professores municipais de Dourados entraram em greve nesta segunda-feira (14) com o objetivo de garantir para categoria o piso de RS 3.846,14 atingido após o reajuste determinado pelo Governo Federal. No fim do dia, representantes do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados (Simted) se reunira com o prefeito Alan Guedes que garantiu o piso nacional para 40 horas trabalhadas semanais.

 

Para atingir esse valor, porém, foi feita uma proposta com reajustes escalonados em três vezes até o fim do ano. Começaria com 8% a partir de abril de 2022, 7,5% a partir de agosto e 2,39% a partir de dezembro. Em assembleia no fim do dia, os professores rejeitaram essa primeira proposta e decidiram manter o movimento.

 

Alan Guedes afirmou que a busca pelo piso é objetivo do poder público e as contas estão sendo feitas para isso. “Do ponto de vista financeiro estamos fazendo todos os esforços possíveis para garantir o piso aos professores dentro do ano. Era um compromisso meu com a categoria. Sabemos que existem outras demandas e vamos cuidar para que isso também avance dentro da minha gestão”, disse o prefeito.

 

Além do reajuste, a prefeitura vai criar uma agenda para retomada das negociações referentes a criação do Fórum Permanente de Valorização da Educação, com a primeira reunião já marcada para o próximo dia 17 de março, quinta-feira, em que serão tratados temas como a qualificação profissional e também debates para uma reestruturação de médio e longo prazo para remuneração dos profissionais da educação.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix