Quarta-feira, 29 de Maio de 2024


Cotidiano Quarta-feira, 05 de Novembro de 2008, 16:25 - A | A

Quarta-feira, 05 de Novembro de 2008, 16h:25 - A | A

Sindicatos de instrutores se reúnem para rejeitar aulas de motocicletas em vias abertas

Jefferson Gonçalves - Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

Representantes do Sindif (Sindicatos dos Instrutores e Funcionários de Centro de Formação de Condutores) de todo Brasil, se reunirão no dia 15 em Belo Horizonte para elaborar e assinar um documento, que será protocolado junto ao Contran (Conselho Nacional de Trânsito) e o Ministério Público Federal (MPF), onde os instrutores afirmam que não ministrarão aulas práticas de motocicletas em vias de trânsito aberto. Os instrutores protestam contra a determinação da Resolução 285 do Contran, que entrará em vigor a partir do dia 1 de janeiro de 2009, onde todas as aulas práticas de motocicletas serão realizadas em vias de trânsito aberto.

Segundo o presidente do Sindif/ MS, Paulo Benites, a Resolução 285, é algo impossível de ser cumprida e altamente perigosa. "Não há como um instrutor orientar o aluno com os dois na motocicleta. O veículo exige equilíbrio e reflexo. Quem criou esta determinação, não faz idéia de quanto o trânsito está caótico atualmente. Isso sem contar a falta de respeito com os motociclistas" afirma Benites. De acordo com o presidente do sindicato, uma das alternativas seria o acaompanhamento com duas motocicletas, porém, para Benites, é um método inviável. " Qual Auto-escola vai dobrar o número de motocicletas para poder fazer as aulas? Não há como, por isso os instrutores de todo o Brasil não farão parte deste tipo de aula" afirma.

Comente esta notícia


Reportagem Especial LEIA MAIS